Redação do jornal “Voz da Comunidade” é incendiada no complexo do Alemão no RJ

O que restou
O que restou

 

Na madrugada desta terça-feira (16/7), foram queimadas a redação do jornal Voz da Comunidade e a pousada do Grupo Cultural AfroReggae, localizadas no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Bombeiros chegaram ao local por volta das 4h40, mas as chamas já haviam consumido todo o estabelecimento.

três carros do Corpo de Bombeiros, do quartel de Ramos, foram acionados. Os profissionais levaram cerca de uma hora e meia para controlar o fogo. Uma pessoa, ainda não identificada, sofreu queimaduras no corpo, segundo o coordenador do AfroReggae, José Junior. Para ele, que prestará depoimento à polícia, o incêndio foi criminoso.

“Tínhamos acabado de reformar todo o espaço, estava tudo novo, o ar-condicionado, tudo novo”, disse Junior, que postou em sua página no Twitter uma imagem dos bombeiros em frente ao local queimado.

O coordenador contou que recebeu mensagens de testemunhas, por volta de 1h desta terça-feira, alertando que um grupo havia invadido o estabelecimento. No entanto, ele explica que só viu o aviso no início da manhã, quando também tomou conhecimento do incêndio.

“Eu estava dormindo, e não vi essas mensagens que recebi por volta de 1h, só vi por volta de 5h, quando fui acordado com a notícia do incêndio”, comentou.

Junior pede que a polícia investigue a pessoa ferida no incêndio. “Recebi algumas informações que diziam que esse cara estava no grupo que teria colocado fogo, mas outras também disseram que ele tentava apagar o incêndio”, falou o coordenador, acrescentando que o homem foi encaminhado ao hospital.

Em novembro de 2010, durante a ocupação policial no Conjunto de Favelas do Alemão, o adolescente Rene Silva ganhou notoriedade ao relatar, em tempo real, através das redes sociais, os acontecimentos do conflito. Quando ainda tinha 11 anos, o menino fundou o jornal Voz da Comunidade, que depois se tornou internacionalmente conhecido.

Por meio de sua conta no Facebook, Silva postou uma foto da redação destruída pelas chamas. “Nem tão bom dia assim, redação do voz da comunidade amanhece assim nesta terça-feira”, escreveu o jovem.
( Transcrito do Portal Imprensa)

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s