Shell e ONGC querem bloco BC-10 da Petrobras

Oje Portugal

A Petrobras era nossa

A anglo-holandesa Royal Dutch Shell e a indiana Oil and Natural Gas Corp (ONGC) tencionam exercer o direito de preferência na venda dos 35% detidos pela brasileira Petrobras no bloco BC-10, na bacia de Campos, que a estatal do Brasil pretendia vender à chinesa Sinochem, de acordo com fontes a par das negociações.

A 16 de agosto, a Petrobras anunciou um pacote de venda de ativos no valor de 2,1 mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros), em que o principal negócio é a transferência de 35% do bloco BC-10 à Sinochem, por 1,54 mil milhões de dólares (1,16 mil milhões de euros).

Mas a Shell e a ONGC, sócias da Petrobras no BC-10, têm direito de preferência sobre a venda à Sinochem, com um prazo de 30 dias para exercerem esse direito.

A operadora do bloco é a Shell, com 50% de participação. A ONGC detém 15% no BC-10, o que lhe daria direito a mais 8%, resultantes da parte da Petrobras.

As fontes referem que a ONGC irá comprar entre 10 e 15% do bloco, acima do seu direito de 8%, enquanto a Shell irá comprar entre 20 a 25%.

 
 
 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

2 comentários em “Shell e ONGC querem bloco BC-10 da Petrobras”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s