ESPÍRITO SANTO CAPITANIA HEREDITÁRIA

por Sérgio Neves

Universitária espírito-santense
Universitária espírito-santense
Doze quilômetros de caminhada e cinco horas de protesto na Grande Vitória
Doze quilômetros de caminhada e cinco horas de protesto na Grande Vitória

A cada dia que vivo neste frio chão, fico mais convencido de que a Terra de Ortiz continua do mesmo jeito, desde quando o Vasco Fernandes Coutinho aportou por estas bandas, foi parar em Vila Velha e depois na Ilha de Vitória, fazendo nascer o Espírito Santo. Não sou muito chegado à história capixaba – conheço um pouco da história da capital secreta, a oficial e muito mais a não oficial -.

E passados mais de quatro séculos, o estado continuado mesmo jeito- igual ao primo pobre do programa humorístico Balança, mas não cai que passava na extinta Tv Tupi. A elite branca dominante continua sendo igual aos senhores do tempo colonial e de vez em quando, para não perder, o poderio; faz graça com o proletariado – a velha política do pão e circo e sempre escolhem um mamulengo para morar no Palácio Anchieta, por quatro ou oito anos- que sempre se intitulam sendo o novo Moisés para levar o povo capixaba à terra prometida e o resultado é sempre o mesmo.

Protesto contra a corrupção, em 2011
Protesto contra a corrupção, em 2011

Nem Anchieta, que é santo, pode dar um jeito. Só mesmo, o Superior para acabar com esta bagunça e enquadrar os candidatos a mamulengo para os próximos quatro anos. Pena que estes mamulengos, já experimentaram o gosto do poder – como dizia o ACM, o poder é afrodisíaco e quem sempre acaba f. é o povo -E agora se digladiam para ver quem chega lá. O engraçado, é que a briga agora, vai ser entre o criador e a criatura. Antes a briga era embaixo do pé de café;agora, a peleja é na camada do pré-sal de onde se extrai o ouro negro.

Brigam , brigam , brigam e depois que chegam lá, ou dão amnésia das promessas que fizeram ou mostram suas verdadeiras personalidades recheadas do orgulho e do egoísmo. Isso se não fizerem as pazes após algum tempo em nome da famigerada geopolítica, enquanto preparam outros mamulengos para o próximo embate.

Pena que o povo não tem conhecimento de tudo isso que está acontecendo. A elite branca já tem o seu plano de domínio e nunca vai deixar chegar à verdade ao proletariado, para que ele faça a escolha de quem vai ser o melhor mamulengo para os próximos quatros anos. Enquanto eles brigam, a turma fica só assistindo de camarote a briga e faz as suas apostas, pensando no lucro que irão ter.

Enquanto isso, o Espírito Santo continua sendo e pelo andar da carruagem, continua a ser uma capitania hereditária de setenta e poucos municípios e o seu povo esperando por dias melhores, que nunca chegam. Pois assim caminha a humanidade.

760 cruzes foram fincadas na areia da Praia de Camburi, em Vitória, no dia 9 junho último
760 cruzes foram fincadas na areia da Praia de Camburi, em Vitória, no dia 9 junho último
Para impedir assembléia de roubados operários na portaria da ArcelorMittal Tubarão...
Para impedir assembléia de roubados operários na portaria da ArcelorMittal Tubarão…
... nunca faltou bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha, cacete, muito cacete, cavalaria e cachorros
… nunca faltou polícia. Polícia bem armada. Polícia com bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha, cacete, muito cacete, cavalaria e cachorros. O eterno prende e arrebenta para defender os interesses das elites e dos piratas de todas as bandeiras


As legendas são do editor do blogue

Pedágio para atravessar as pontes de Vitória. Isso é roubo

Na Europa medieval os assaltantes de estrada cobravam pedágio, o mais lucrativo jeitinho de ganhar dinheiro fácil. Rende mais que o tráfico de drogas, de pessoas, de órgãos, com a vantagem de ser legal, pra lá de legal…

O Recife é chamada de Veneza Brasileira por suas pontes. Já pensou se o recifense pagasse pedágio para atravessar suas centenárias e novas pontes? Em Vitória do Espírito Santo é assim: em cada ponde uma cancela, um coletor de impostos, uma porteira de cobrança. Eta fábrica de fazer dinheiro para o enriquecimento dos amigos do rei.

Cansados de ser enganados, afanados, furtados, surrupiados, cem mil pessoas, em junho de 2013, enfrentou a polícia do governador Casagrande e foi para as ruas do povo protestar.

Polícia contra o povo nunca faltou
Polícia contra o povo nunca faltou

Pedágio: lucro de R$ 798 milhões

Relata Folha de Vitória: Numa sexta-feira (20), o maior protesto registrado no Espírito Santo. Na ocasião, 100 mil manifestantes foram às ruas da Grande Vitória, segundo estimativa da Polícia Militar. Além de percorrer ruas da capital, a população atravessou a Terceira Ponte, com destino à residência oficial do governador, na Praia da Costa, em Vila Velha.

A redução das tarifas do transporte público, a não-aprovação da PEC 37, e o fim do pedágio da Terceira Ponte estiveram entre as principais reivindicações do grupo. A suspensão do pedágio causou grandes debates na Assembleia Legislativa, que chegou a ser ocupada por manifestantes insatisfeitos com o arquivamento de um decreto legislativo, que tentava pôr fim à cobrança irregular.

Após muitas discussões, o pedágio foi suspenso, e auditores do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES) começaram a analisar o contrato de concessão firmado entre o Governo do Estado, e a Rodosol, concessionária que administra a Terceira Ponte. O assunto ainda causa polêmica.

Em abril deste ano, a Corte de Contas divulgou um relatório inicial da auditoria, no qual aponta a obtenção de lucro de R$ 798 milhões por parte da concessionária. Na última segunda-feira (16), a Rodosol protocolou defesa no TCES, alegando ter registrado prejuízo de R$ 85,7 milhões. O caso deverá ser analisado por uma nova equipe da Corte. (Transcrevi, com cortes, trechos de uma reportagem da Folha Tribuna.

Manifestação reuniu cerca de 100 mil pessoas, segundo a PM. Foto do jornalista Everton Nunes
Manifestação reuniu cerca de 100 mil pessoas, segundo a PM. Foto do jornalista Everton Nunes

Jovem negro é espancado e morto por populares no Espírito Santo

Por Douglas Belchior

 

negro

 

O corpo negro ensanguentado e o olhar assustado que você na foto é do menino Alailton Ferreira, de 17 anos, cercado por um grupo armado com pedras, barras de ferro e pedaços de madeira. Momentos depois, ele seria foi alvo de um espancamento coletivo. Desacordado, foi levado ao hospital, mas não resistiu e morreu na noite de terça-feira (8).

Aos gritos de “mata logo” e de vários xingamentos, o espancamento aconteceu às margens da BR 101, na tarde do último domingo (6), no bairro de Vista da Serra II, cidade de Serra, há cerca de 30km da capital Vitória, no Espírito Santo. Só depois de duas horas de muita violência, a Polícia Militar chegou ao local, colocou o jovem na viatura e o levou até a Unidade de Pronto Atendimento. “Os policiais militares descreveram no boletim de ocorrência que foi necessário utilizar spray de pimenta para conter os populares” disse o delegado-chefe do DPJ, Ludogério Ralff. Leia mais 

 

Com queima de fogos de 16 minutos, Vitória festeja o estado de calamidade pública do Espírito Santo

BRA_NOTA chuva enchente Vitória

O número de capixabas que precisaram sair de suas casas e ainda não puderam retornar é 48.010. Destas, 7.021 pessoas foram acolhidas em abrigos e 40.989 ainda estão em casas de parentes e amigos. Dentre elas também temos o registro de 563 feridas. O levantamento das pessoas afetadas continua prejudicado pela dificuldade de acesso a muitas localidades, algumas totalmente isoladas pela intensa inundação, sem comunicação, água potável e energia elétrica.

São 24 vitimas fatais confirmadas e segundo a Defesa Civil do município de Baixo Guandu, seis pessoas continuam desaparecidas. As vitimas fatais são de Três em Baixo Guandu, Quatro em Barra de São Francisco, Oito em Colatina, uma em Domingos Martins, seis em Itaguaçu, uma em Nova Venécia e outra em Pancas.

Dos 78 municípios do estado, 54 já foram afetados pelas chuvas e são eles: Afonso Claudio, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindemberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Jeronimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

BRA_NOTA chuva

Espírito vai fazer uma pausa nos pedidos de ajuda, para festejar a virada do ano.

A Prefeitura de Vitória confirmou o Réveillon em dois pontos da Capital. Em Camburi e na orla de Santo Antônio.
Na praia de Camburi haverá a tradicional queima de fogos de 16 minutos e shows de Dennise Pontes, Macucos e Bloco Bleque. As balsas começaram a ser posicionadas para receber os fogos.

Já em Santo Antônio, na Prainha, haverá shows dos grupos Chopp Samba, Sem Limites, Edson Mineiro & Goiano e banda Santero e show pirotécnico de 7 minutos.

Em ambos os locais, o evento acontecerá a partir das 20h e vai até as 2h.

O SHOW DE FOGOS na virada de ano na praia de Camburi vai ter novidades. Thais, Caroline e Tatiana se preparam para o evento de maneira especial.    Informa o jornal A Tribuna de hoje
O SHOW DE FOGOS na virada de ano na praia de Camburi vai ter novidades. Thais, Caroline e Tatiana se preparam para o evento de maneira especial. Informa o jornal A Tribuna de hoje

Para fazer festa, nunca faltou dinheiro nas prefeituras, e nas secretarias de Cultura e Turismo deste Brasil da Garota Safada e de Wesley Safadão.

Ninguém vai preso no vandalismo de teatro

 

BRA_NOTA vandalosTodos são atléticos infiltrados da polícia ou de algum serviço secreto nacional ou estrangeiro

PELOS CORPOS ATLÉTICOS, SÃO LEGIONÁRIOS QUE TIVERAM TREINAMENTO FÍSICO MILITAR (TFM)

O TFM é caracterizado por atividades desportivas comuns como corridas, natação e esportes coletivos, e por atividades físicas específicas como pista de treinamento de circuito, ginástica com toros e provas do pentatlo militar. Um dos objetivos do TFM, além do aprimoramento físico corporal, é desenvolver atributos de ações coletivas e individuais como espírito de corpo, persistência e tenacidade. É um treinamento caro. Milhões de dólares são investidos neste treinamento.

NÃO SÃO ESTUDANTES. SÃO HALTEROFILISTAS

Treinados no arranco, no arremesso, no desenvolvimento ou prensa militar, são praticantes de atividades que envolvem o uso de halteres, como o fisiculturismo e a musculação. Compare as estampas desses gorilas, desses gladiadores, com os corpos dos estudantes carregadores de livros. Ser magra faz parte do padrão moderno de beleza feminina.

FINALIDADE DO ATAQUE: PROMOVER O VANDALISMO DE TEATRO

O importante da missão é ser fotografado e filmado. Para as capas dos jornais conservadores. Para os jornais televisivos repetirem as cenas exaustivamente.

Toda essa propaganda visa amedrontar o povo. Para que não participe de protestos sociais, reivindicando o fim da servidão e da colonização.

RECRUTAMENTO DOS INFILTRADOS E FINANCIADORES

Os infiltrados podem ser policiais disfarçados em civis, para justificar o terrorismo estatal: O prende e arrebenta da polícia. Como desculpa para as cacetadas nos frágeis estudantes (garotos e garotas), e para os tiros de balas de borracha, de balas de festim. E o uso de bombas de gás lacrimogêneo e de canhões sônicos e outras armas letais.

Os infiltrados podem ser parte das milícias, das forças paramilitares, dos serviços secretos de “inteligência”, ou de informações estratégicas. Das legiões estrangeiras. Todos traidores da pátria e/ou espiões de diferentes bandeiras.

É tudo gente paga. Bem paga. A polícia não prende os vândalos profissionais nem os financiadores, os que bancam o jogo de quebrar a porta do Itamarati, a porta da Prefeitura de São Paulo, a porta do Palácio do governador do Espírito Santo. É tudo combinado. Faz parte de um jogo. Um jogo de cartas marcadas. Um jogo ainda bem misterioso. Um jogo bem planejado, que essa gente lá de cima não faz nada de graça.

 

infiltrado polícia