Pegar nos peitinhos das garotas do Ceará. O inquérito vai sumir na polícia, na justiça. Quem procurar, procura dor

procurador Jurista-Reno-Ximenes

 

“Hoje vou lhe comer”, disse o procurador do estado Reno Ximenes Ponte. E foi logo apalpando os peitinhos da garota. Leia a história obscena das ameaças da autoridade embriagada de poder e álcool, da correria dos advogados … aqui