Recife constrói os caminhos do shopping e não faz nada que preste para o povo

A noite começou com festa no Recife Antigo. Em meio às celebrações dos 478 anos do Recife, o prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara realizaram o corte do bolo que, em Olinda,
A noite começou com festa no Recife Antigo. Em meio às celebrações dos 478 anos do Recife, o prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara realizaram o corte do bolo que, em Olinda, pesou 480 quilos

O Diário de Pernambuco publica hoje: “Prefeito Geraldo Julio tem 75% de aprovação. Pesquisa mostra que gestão do socialista no Recife tem deixado satisfeita a maioria da população da capital pernambucana”.

Pesquisa no Brasil é meio de propaganda super, super faturada.

A Prefeitura do Recife não informou quanto pagou por essa pesquisa. Quanto gasta, todo santo mês, com propaganda. E qual agência de publicidade leva 30 por cento de comissão, e muito mais, dessa grana de milhões e milhões.

O governo municipal investe quanto em saúde, em educação, e com propaganda? Duvido que se divulgue um estudo comparativo.

A Prefeitura não faz nada que preste para o povo. É de fritar bolinhos e coxinhas e de construir os caminhos do shopping…

Quantos mercados públicos existem no Recife? Desde quando a Prefeitura não constrói nenhum? É isso aí: não se faz nada para o povo. Nada que preste.

 

 

 

Da escuridão do Reluz recifense as ameaças de morte à Noelia Brito

noelia brito foto

Aconteceu com Mosquito, e o stalking terminou com um misterioso suicídio. Vem sucedendo com o mais conhecido, internacionalmente, cartunista brasileiro Carlos Latuff, ameaçado pela polícia do governador Sérgio Cabral. No exílio permanece o premiado jornalista Mauri König, ameaçado de morte pelos delegados caça níqueis do governador  Beto Richa.

Em Recife, a polícia prendeu o jornalista Ricardo Antunes, por seis meses, pela plantação de ter negociado com o bacharel em Jornalismo, Antônio Lavareda, uma notícia por um milhão de dólares – a notícia mais cara do mundo. Preço jamais visto na História da Imprensa. Contra esta arbitrariedade fui anticandidato a presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco. Coloquei Ricardo Antunes como vice-presidente. A chapa registrada, e única concorrente da chapa continuísta, deu, sem querer, uma nada consta contra Ricardo Antunes. Fiz o domado sindicato, indiretamente, defender Ricardo Antunes contra os secretários jornalistas do governador Eduardo Campos, que chamou Ricardo Antunes de “pobre coitado” e “infame”.

É neste Pernambuco ditatorial, da antiga Sorbonne, que se promove o assédio a Noelia Brito. Exemplo dessas costumeiras mensagens no Brasil:

Mosquito ameaça polícia terrorismo

Da escuridão do Reluz, Noelia Brito vem recebendo os corruptos, criminosos, nefastos, fúnebres avisos de morte anunciada: “os imeios contendo xingamentos e ameaças para que não fizesse qualquer menção ao caso da licitação do Reluz em nenhum dos espaços onde escreve. Dois dias após as ameaças, portanto, no dia 23 de agosto, o jornal Correio Braziliense revelou que um apadrinhado de Geraldo Julio fora o vencedor da licitação milionária destinada à instalação de luminárias na capital pernambucana. O resultado dessa licitação já havia sido anunciado, com antecedência, nos classificados de jornais e pelo Blog Carta Polis”.

Acrescenta Noelia Brito: “Antes das ameaças por email, esta blogueira já vinha sendo vítima de uma série de ataques difamatórios em postagens realizadas por perfis falsos plantados no grupo Direitos Urbanos, do Facebook, no Blog de Jamildo, onde assina coluna semanal, e no Facebook, em perfis “fakes”.

O caso já foi denunciado à Polícia Federal, “já que as verbas do Reluz são federais, e os crimes cometidos pelos bandidos que tentam calar a voz desta blogueira são federais”, informa Noelia Brito. Leia mais

denúncia

noelia brito retrato

Prefeito do Recife criou lei contra a transparência

A lei municipal do segredo eterno e anistia deve ser para esconder os gastos com as verbas federais e estaduais, quando se desconhece onde o prefeito esconde a pesada carga dos impostos arrecadados.

O prefeito Geraldo Júlio classifica as informações administrativas da Prefeitura do Recife como ultra-secretas por 25 anos, secretas por 15 anos, e reservadas por 5 anos. Desta forma, os vereadores e cidadãos vão ter de esperar este tempo para obterem informações sobre determinados assuntos censurados pela gestão municipal.  Isso Geraldo Júlio chama de transparência.

Depois de um prefeito de Costa para o povo, o Recife elege outro que esconde as mãos.

BRA^PR_ODNP Recife transparência

 

 

Os caminhos da Copa vão ficar nos trinques. Exigência da Fifa, que governa o Brasil para o bem do povo

Os caminhos da Copa vão ficar nos trinques. Exigências da Fifa, que governa o Brasil para o bem do povo

“Um dia em que o Recife veio abaixo, parou, travou e alagou”. Roberta Soares

 Viviane Poggi
Viviane Poggi
Arrastões, por Jarbas
Arrastões, por Jarbas
Prefeito Geraldo Júlio, por Ronaldo
Prefeito Geraldo Júlio, por Ronaldo

LIÇÕES

de Priscila Krause

1. Desde ontem a Agência Pernambucana de Águas e Clima previa chuvas significativas para o Recife nesta sexta. Mesmo assim, o prefeito Geraldo Júlio decidiu viajar ao Rio, no início da manhã de hoje, para tratar de assuntos administrativos. Faltou sensibilidade política: mesmo impotente perante os fenômenos naturais, a presença do chefe do Executivo é fundamental nesses casos.

2. O Recife não aguenta mais o “vamos fazer”: projetos de drenagem, planejamento sobre os pontos de alagamento, previsão de mais limpeza de canaletas. Em vez de falar e prometer tanto, basta fazer. E bem feito. Impossível admitir e ver passar a continuidade do caos.

folha de pernambuco insuportavel

Recife. Lei de Priscila Krause norteia a função de fiscalizar do vereador

 

A maioria absoluta dos vereadores presentes na sessão de ontem na Câmara do Recife rejeitou o veto do prefeito João da Costa ao projeto de lei de autoria de Priscila Krause (DEM) que estabelece a obrigatoriedade de as repartições públicas municipais exibirem placa nas suas portas principais lembrando da permissão, prevista na Lei Orgânica do Recife, para o livre acesso dos vereadores no recinto.O projeto, que agora será sancionado pelo presidente da Câmara do Recife, objetiva evitar que servidores de um posto de saúde ou de uma creche, por exemplo, consigam constranger e evitar a entrada dos vereadores.

De acordo com Priscila, um dos deveres do vereador é fiscalizar, mas muitas vezes a realização desse trabalho é impedido por força política. “Já aconteceu de tentarmos visitar um abrigo, uma creche ou um posto de saúde e os responsáveis pelo espaço tentarem impedir nossa entrada. Essa placa simplesmente reavivará um dos artigos da nossa Lei Orgânica”, explica. Na placa, que tem tamanho mínimo estipulado em 7cmx10xm, será publicado o seguinte texto: “Os vereadores da Cidade do Recife terão acesso as repartições publicas municipais, seus documentos e informações, no exercício de sua função fiscalizadora, em cumprimento ao artigo 39 da lei Orgânica do Recife”.

É assim que se faz oposição: criando leis e fiscalizando. Para o bem da cidade e do povo.