Portugal. Transporte com 28% de desconto para família que ganha menos de 544,96 euros

O governo português apresentou ontem os preços dos transportes, com descontos sociais, uma medida que “se enquadra no esforço do atual governo e do Ministério da Economia e do Emprego na promoção da justiça e proteção social aos agregados familiares de menores rendimentos”, explicou a tutela em comunicado.

Assim, diz o mesmo documento, as famílias com um rendimento mensal médio até 544,96 euros (1,3 Indexante de Apoios Sociais) vão ter acesso a descontos de 25% a 28%.

No Brasil, a família que ganha menos de 544,96 euros tem o quê?

Recebe o “bolsa”. Uma esmola de 115 reais. Que não passa dos 60 dólares, para comprar alimentos, pagar o aluguel da moradia, transporte, medicamentos, vestimenta e outros trecos essenciais para sobreviver como bicho.

E o governo exige dessa gente o voto nas urnas, a gratidão, a submissão, o conformismo. Tudo por um Brasil cordial. A imprensa portuguesa – diferente da brasileira – acha pouco. Leia mais