O caso Rosemary esconde as concessionárias de água. Operação Porto Seguro escoa na Operação Concutare

dinheiro ilha sombra água fresca

A Operação Porto Seguro foi continuada com a Operação Concutare. São duas operações policiais que vão dar com os burros n’água. Porque a imprensa esconde as concessões de ilhas, que valem bilhões, para empresários; e de aquíferos, para fábricas de engarrafamento de água.  Que no Brasil existem “fábricas de água”, ou fábricas de fazer dinheiro, que é o negócio de vender água a preço de gasolina. Idem as exportações de água, um tráfico exercido pela pirataria internacional que, também, rende bilhões.

Interessa a imprensa unicamente culpabilizar Lula. Quando essas concessões, via secretarias de Meio Ambiente aconteceram e acontecem em governos estaduais de diferentes partidos. E envolvem as privatizações do abastecimento de água das cidades ou/e dos Estados. O recente caso de Pernambuco é exemplar.

As concessões dos aquíferos e ilhas aconteceram antes e depois de FHC. Hoje, envolvem, notadamente, a Agência Nacional de Água, a Ana, respeitosa prostituta.

Não existe Rosemary Noronha, sem o esquecido e intocável Paulo Rodrigues Vieira, ex-gigolô da Ana.

Josetxo Ezcurra
Josetxo Ezcurra

Posted by Gaston Ramirez Mendez in Oportunidades de negocios 

Primero que todo no queremos decirle que se apodere de pozos y venda el liquido, lo que queremos mostrarle son las opciones mas fáciles para que aproveche el recuso natural tan valioso y lo convierta en un negocio rentable. Las plantas purificadoras de agua son un excelente negocio, la tecnología de purificado ha evolucionado tanto que ahora poner una planta de purificado de agua es muy económico, lo que es importante conocer son las condiciones del agua que se va a purificar, la calidad de agua que se busca para distribuir o vender.

Oportunidades de negocios rentables en Brasil

El agua ¿valdrá más que el oro? … porque si es usted propietario de un manantial que funcione decentemente, habrá hecho su fortuna. La gente bebe agua. Es más, las campañas publicitarias insisten en la necesidad de beber dos litros, medio galón, al día. Si uno tiene sed, es una cantidad razonable. Si no… un tormento, porque lo de tomarse un vaso de agua como medicina debe de ser muy poco agradable. Todos beben agua. La gente bebe agua, decimos.

El agua potable, al ser un elemento básico para vivir, podría convertirse pronto en sínonimo de riqueza. Hasta ahora, uno de los principales símbolos de riqueza era la posesión de tierras: un terrateniente, por lo general, era un hombre rico; las cosas, sin embargo, se están poniendo de una manera que va a hacer que, al final, no sea símbolo de riqueza la posesión de tierra, sino la de agua. Haz fortuna con agua. Aguatenientes. De esto saben algo ya en lugares como las españolas islas Canarias. Hoy se nos dice miles de veces al día que el agua es un bien escaso, que hay que saber administrar.

Imágenes de conductores que aprovechan el alto para echar un trago a su botella de plástico que contiene un agua ya tibia

En el restaurante se encuentra uno con que, en lugar del clásico “¿con gas o sin gas?” le presentan una guía de aguas minerales… y no vayan a pensar ustedes que se trata de aguas sólo del país. Esas cartas de aguas son un auténtico mapamundi. Y luego, el diseño. Por supuesto que a nadie se le ocurre poner sobre la mesa de un restaurante elegante una botella de plástico; lo más que llegamos a aceptar es que se ‘decante’ el agua de esa botella a una jarra de cristal, pero quien quiera vender agua en el segmento alto de la restauración debe olvidarse del plástico. Agua potable, un tesoro. Son botellas de cristal, que a veces parecen cualquier cosa menos una botella, de diseño, preciosas, carísimas… Un diseño que a lo mejor pretende hacer olvidar que lo que contienen las joyas en cuestión no es sino… agua. De modo, amigo lector, que si encuentra usted agua en sus tierras está de suerte.

Lo primero que tendrá que hacer será analizarla. No hace falta que sea medicinal: conque sea potable, vale. Estudie usted después las posibilidades del manantial, es decir, su caudal. Si el resultado está bien, enhorabuena. Un rico aguateniente. Búsquese un diseñador, que le proponga una botella distinta, atractiva, que parezca de cualquier cosa menos de agua.

Vaya colocando su agua en restaurantes que usted conozca, en espera de encontrar un distribuidor en países lejanos. Quiero decir que tendrá usted más éxito si, teniendo su manantial en la Patagonia, coloca usted su agua en los restaurantes caros de Manhattan, Madrid o Londres que si se limita a ofrecerla en su Pais. Que no tenemos remedio, que somos unos esnobs incorregibles. Que lo normal sería que bebiésemos, en cada sitio, el agua más cercana; pero nos volvemos locos con aguas galesas, o de las islas Fiyi. Por eso, de verdad, amigo mío… si encuentra usted agua potable en sus tierras, enhorabuena. Será usted algo mucho más importante que terrateniente: será nada menos que aguateniente.

LLAMENOS AHORA MISMO AL:

al D.F. (00) (52) (55) 31833142 / 31833143 / 21606083 / 21606053 en Guadalajara (00) (52).(33).36.19.09.16 / 14.04.02.40 / 14.04.02.41

ATENDEMOS MAS RAPIDAMENTE SU SOLICITUD POR CORREO ELECTRONICO

FACTORES CRUCIALES Y PASOS A REALIZAR PARA INVERTIR EN EL PROYECTO EN Brasil   

Antes de realizar cualquier decisión de inversión, es necesario evaluar los factores de riesgo asociados pero tomando en consideración ciertos elementos clave. Para establece un planta embotelladora de agua industrial se deben de considerar antes de arrancar los descrito a continuación:

El mercado del agua purificada y mineral es un mercado en crecimiento, pero ofrece muchos competidores.

Posicionamiento de una nueva marca. Usualmente el mayor mercado objetivo para el agua embotellado es guiado por la percepción. Si la percepción es positiva, el resultado son grandes ventas. La percepción  positiva  para los distribuidores y consumidor final puede ser resultado desde la experiencia directa del consumidor, promoción directa, medios impresos y comerciales en la televisión.   La distribución es muy importante para el éxito de la nueva marca en Brasil . El poder de la distribución más exitoso poder ser la nueva marca. La distribución estratégica pierde ser diseñada después de un exhaustivo estudio de mercado para una distribución regional o una distribución de una nación completa.   El pre lanzamiento publicitario es vital para una percepción positiva del producto, lo cual puede resultar en una gran aceptación del producto.   Cumplir con los estándares de calidad del agua de sus organismos locales y licencias desde las autoridades locales.   Disponibilidad del producto a una clase A, clase B  y clase C de compradores puede decidirse antes del lanzamiento del producto y disponibilidad puede ser persistente.

Invertir en Agua, un negocio rentable y fácil de hacer en Brasil

Invertir en agua o embotelladora abarca muchos campos interesantes en donde se puede invertir, pero las preguntas que salen a relucir son varias como por ejemplo: ¿Cuáles son las opciones que se ofrecen para invertir en agua?, ¿empresa purificadora o envasadora?, ¿es rentable si o no? Pues para responder le diremos que cualquiera de esas preguntas tiene validez y todas dan por sentado que es un negocio en el cual se puede ganar dinero. Envasadoras en Brasil.

royalties água

Recife, a cidade da água engarrafada pela pirataria, e cara

BRA^PE_JDC recife a cidade da água engarrafada

Informa o g1: As empresas da Região Metropolitana do Recife que comercializam água mineral comemoram o bom momento do setor. Com o racionamento praticado pela Companhia Pernambucana de Abastecimento (Compesa), a procura pelo produto tem sido intensa.

[Empresas que abastecem pequenos revendedores.

Em cada esquina do Recife, dois ou três pés de escada, a maioria clandestinos, que negociam com botijões de água e gás.

Portanto, é preciso diferenciar esses estabelecimentos oficiais ou clandestinos que comercializam a água nossa de cada dia.

Os pontos de drogas nas favelas não representam os grandes e milionários e intocáveis e invisíveis traficantes, que moram no exterior e no Brasil, em coberturas de edifícios à beira-mar e condomínios de luxo.

Os comerciantes da reportagem do G1 realizam um comércio para lá de lucrativo, mas são pobres coitados diante das bilionárias engarrafadoras, que ganham concessões do governo para explorar nossos aquíferos, que constituem a maior riqueza do Brasil hoje e, principalmente, no futuro.

São concessões presenteadas, dadas de graça pela Ana, prostituta respeitosa, que Lula chamou de “menina dos olhos dele”. Talvez o presidente estivesse pensando na Marquesa de Santos Rosemary Noronha – a beleza escondida pela Imprensa, a pedido dos piratas e corsários que ancoraram seus navios no porto seguro da Agência Nacional de Águas, dirigida pelo Chalaça Paulo Vieira.

As concessionárias, ou “fábricas”, vendem diretamente para a rede dos supermercados – os dez maiores são Angeloni, Mufatto, Bretas, Prezunic, Zaffari, GBarbosa, Walmart, Carrefour, Pão de Açúcar -, para as citadas empresas de comercialização, hospitais, padarias etc. E exportam para a maioria dos países, nos seis continentes do mundo]

Em um depósito de bebidas que funciona no bairro do Engenho do Meio, no Recife, os pedidos de água mineral são feitos a todo instante. As vendas cresceram: em janeiro, eram 1.500 garrafões por mês e, hoje, são 3 mil. “Normalmente, era venda para consumo, mas, hoje em dia, devido à necessidade do racionamento, a água está sendo usada na cisterna, para atender as necessidades de casa, como lavar prato e banheiros, com água mineral”, explica Francisco de Barros, dono do depósito.

[Não existe cisterna no Recife. Cisterna é coisa do Interior, para recolher água da chuva.

predio-checkup

In Wikipédia: ” Água mineral é aquela proveniente de fontes naturais ou de fontes artificialmente captadas que possua composição química ou propriedades físicas ou físico-químicas distintas das águas comuns (…). Não deve ser confundida com a água de mesa, que é uma água de composição normal, proveniente de fontes naturais ou de fontes artificialmente captadas, que preenche tão-somente as condições de potabilidade para a região.

Os diversos tipos de águas minerais são classificados segundo a composição química, origem da fonte, temperatura e gases presentes. Estes aspectos determinam a forma de uso: consumo como bebida, apenas para banhos e se são terapêutica ou não“.

 “A água está sendo usada (…), para atender as necessidades de casa, como lavar prato e banheiros”. Água abastecida por caminhões-tanque. Chamados de caminhões-pipa nas cidades interioranas – um serviço corrupto, bilionário, que enriquece os “industriais da seca” que fornicam no sofá do DNOCS.
Caminhão tanque no Recife
Caminhão-tanque no Recife para o abastecimento de água de poço
Caminhão pipa no Interior
Caminhão-pipa no Interior transporta água de rio, açude ou barreiro

Que desperdício “lavar pratos e banheiros” com água mineral!

Que luxo! o pobre recifense pobre beber água mineral.

Os efeitos medicinais são discutíveis. Que a água mineral pode causar vários tipos de doenças. Via arsênico, a diabete tipo 2. O resultado de análises físico-químicas realizadas em amostras de sete diferentes marcas de água mineral comercializadas na Região Metropolitana de Belém indicou que todas estão impróprias para consumo e não podem ser classificadas como águas minerais. Marcas pesquisadas: Belágua, Nossa Água, Mar Doce e Indaiá. Como existe monopólio, uma empresa internacional muda os nomes comerciais da água engarrafada por região, fonte, desnacionalização de uma empresa brasileira etc. O setor bancário faz o mesmo. Relembre as privatizações dos bancos estaduais.

Que luxúria o Recife tomar banho de água mineral. Nestes tempos de inflação e crise talvez fosse mais salutar tomar banho de leite à Cleopatra.

Os preços:

1 litro de leite Betânia em saco de plástico: R$ 2.50

meio litro de água mineral natural  Crystal com gás,  em garrafa de plástico: R$ 1.60

meio litro de água mineral natural Schin com gás, em garrafa de plástico: R$ 1.60

meio litro de água mineral natural Indaiá, em garrafa de plástico: R$ 1.50

Acorda Recife! você está bebendo água com preço alterado. Quanto custa um litro de álcool em um posto de gasolina?

Preços no Carrefour:

350 ml de cerveja Skol em lata: R$ 1,69

350 mll de cerveja Brahma em lata: R$ 1,39

350 ml de guaraná Antarctica, Pepsi, Soda ou Sukita, em lata: R$ 1,39. E toda água vem da mesma fonte. Repito: da mesma fonte. As empresas que fabricam  bebidas quentes e frias engarrafam a nossa água. Água que a ONU considera alimento]

Tanta procura já se reflete no preço para o consumidor, que está pagando, em média, 5% a mais pelo garrafão, independentemente do tamanho. Dependendo da marca, os que têm 20 litros de água chegam a custar R$ 8,00, a unidade.

Apesar da alta nos preços, os fornecedores estão se esforçando para dar conta dos pedidos. Em uma empresa que funciona em Paulista, no Grande Recife, 10 mil garrafões são distribuídos diariamente. Benedito Fonseca, o proprietário, conta que, de novembro a abril, a produção já cresce 20%. Este ano, por causa da estiagem e do racionamento, esse percentual foi ainda maior. “Esse ano tivemos um aumento na temperatura, uma baixa de umidade e, por conta disso, um aumento [nas vendas] superior ao período do verão do ano passado. De 20% passamos a produção para 30%”, afirma.

Com o aquecimento do setor, ganham também muitas pessoas que estavam fora do mercado de trabalho, porque vagas precisaram ser criadas. Depois de cinco anos desempregado, João Martins da Silva foi contratado em janeiro, para trabalhar na limpeza dos garrafões que vão receber a água mineral. Desde então, a vida melhorou para ele, a mulher e a filha pequena. “Quando comecei a trabalhar e recebi o primeiro salário, fiz as minhas compras, ajudei em casa, paguei conta de luz… E estou aqui até hoje”, comemora. Confira

[Em cada buraco tem vendedor de água. O entregador é sempre jovem. E usa como meio de transporte a bicicleta. Dependendo da distância: vem na peviária, sem carteira assinada, o emprego como bico, e esperando uma gorjeta cada vez mais difícil]

entregador


entregador2

Em cada botijão, com letra tipo 6, para ler com lupa, o aviso: “Não deixe exposto à luz do sol”. O prazo de validade está, também, com letras e números invisíveis. Os botijões não são descartáveis. Como não são padronizados, fica imposta uma fidelidade do consumidor a uma marca.  Uma obrigação que as multinacionais chamam de livre comércio.

 

Águas subterrâneas constituem uma fonte muito importante de água potável na Europa. No Brasil é para exportar

A água de beber da Alemanha – dois terços – vem do subsolo. No Brasil estão faturando as principais empresas estrangeiras de engarrafamento de água. São os famosos royalties que o monopólio Globo reclamou, caso o Congresso insista na briga pelos royalties do petróleo.

No ímpeto da campanha, foi a maior burrada da Globo. Como explicar que, no Rio de Janeiro, que tem o segundo maior aquífero do mundo, o povo das favelas fique sem água doce.

Falta água na maioria das cidades, quando o Brasil tem os dois maiores aquíferos do planeta: o Alter Chão e o Guarani.

Por debajo de la superficie terrestre se encuentran las aguas subterráneas, invisibles pero indispensables para suplir las necesidades hídricas. Constituyen una fuente muy importante de agua potable en Europa y desempeñan una función trascendental en varios ecosistemas acuáticos y terrestres. En Alemania son el origen de dos tercios del agua que se bebe. Pero las aguas subterráneas no son un elemento inerte, sino que albergan no menos de dos mil especies de organismos y microorganismos que ayudan a purificarla y a mejorar la calidad del agua que se acaba consumiendo. Pese a su importancia, tanto para los humanos como para el conjunto del ecosistema, lo cierto es que su protección sigue sin estar recogida en la legislación.

Manacial de água subterrânea na França
Manacial de água subterrânea na França

Na Europa não tem regulamentação. As potências internacionais não demonstram interesse. Nos Estados Unidos é uma questão de segurança nacional. No Brasil entregaram a ANA, a Agência Nacional de Água,  a dois ladrões. Por quê?

por Carlos Newton

Paulo Vieira, ex-diretor da ANA (Agência Nacional de Águas). preso na Operação Porto Seguro, da Polícia Federal, e principal acusado de uma série de atos de corrupção em conluio com a então chefe de Gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha, está disposto a se beneficiar da deleção premiada, por meio de acordo com o Ministério Público Federal.

Paulo Vieira: abrindo o bico. Até agora não apareceram as empresas que ele e quadrilha beneficiaram. Apenas o caso de um ilha encantada
Paulo Vieira: abrindo o bico. Até agora não apareceram as empresas que ele e quadrilha beneficiaram. Apenas o caso de um ilha encantada


Reportagem de José Ernesto Credencio, da Folha, revela que Vieira já começou a entregar antigos compangeiros. Ele enviou no último dia 20 um ofício à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, com acusações contra o atual presidente da agência. No documento, Vieira acusa o chefe da Ana, Vicente Andreu Guillo, de uma série de infrações administrativas, como o uso irregular de jatos da FAB.

No ofício, de três páginas, Vieira cita primeiro as críticas que recebeu de Guillo em sessão do Senado, no dia 6 deste mês. Guillo disse que o ex-diretor é pessoa “complexa e ambiciosa” que usou o cargo “para delinquir”.

Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, Vieira já havia acusado a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, de beneficiar um grupo empresarial suspeito de participar do esquema. A ministra nega.

###
OUTRAS DENÚNCIAS

Segundo o repórter da Folha, no ofício à Casa Civil o ex-diretor da ANA atribui a Guillo infrações como o uso irregular de jatos da FAB para viajar a Campinas (SP), o pagamento de salários mais altos que o permitido a um assessor e o repasse de dinheiro para órgãos privados sem licitação.

Também afirma que Guillo não se desligou da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), uma empresa privada, antes de assumir a presidência da ANA. Segundo a CPFL, Guillo, que entrou na ANA em janeiro de 2010, ficou até setembro daquele ano “cedido sem vencimentos”.  Em outro item do ofício, Vieira afirma que o presidente da ANA continua no conselho de uma empresa da Petrobras, a Termobahia, o que seria irregular. Mas a empresa alega que deixou o posto em 28 de maio de 2010.

Em entrevista, Guillo afirmou que Vieira o considera “seu inimigo” porque foi barrado em suas planos na ANA. “Aqui na agência ele não conseguiu os mesmos procedimentos irregulares que em outros órgãos.”

###
PELA IMPRENSA

O presidente da ANA Vicente Guillo afirmou que vai primeiro se defender na Controladoria-Geral da União e no ministério. “Depois, vou rebater essas acusações pessoais não a ele, mas pela imprensa.”

Paulo Vieira chegou ao cargo de diretor da ANA por indicação de Rosemary Noronha, ex-chefe do gabinete da Presidência em São Paulo, também indiciada pelo Ministério Público sob acusação de participar do esquema.

A assessoria da ministra Gleisi não comentou as acusações contra Guillo. Informou somente que o ofício foi enviado à CGU e ao Ministério do Meio Ambiente, ao qual a ANA é ligada.

Paulo Vieira e os lucrativos negócios das fábricas de diplomas

BRA^SP_OV operação Porto Segeuro

A educação é um excelente negócio. Começa pelo lucro dos salários pagos aos professores e altas mensalidades reguladas pelas Anas. O ensino privado é uma fábrica de diplomas e dinheiro.

O ministro Aloizio Mercadante determinou a instauração de um processo de supervisão administrativa na Faculdade de Ciências Humanas de Cruzeiro (Facic) e a suspensão cautelar de quaisquer processos em trâmite referentes à entidade no sistema interno da pasta. A Facic pertence a Paulo Vieira, um dos presos pela Polícia Federal na Operação Porto Seguro. A PF de que Paulo Vieira teria tido acesso à senha do MEC para entrar no sistema de tramitação eletrônica de regulamentação de cursos, o e-MEC.

Quanta dinheirama pegou do MEC?

Veja lista de patrocinadores e preço promocional
Veja lista de patrocinadores e preço promocional

 

Francisco da Silva e  Nuno Moniz denunciam: O financiamento do ensino privado por parte do estado vai continuar sem cortes. Quando se fala neste tipo de financiamento, vem logo ao de cima o superior interesse dos alunos, a quem os proprietários dos colégios privados fazem o favor de providenciar ensino. Digo ensino e não educação, porque são duas coisas distintas e que não devem ser confundidas.
Se não fosse este apoio que o estado dá aos colégios, os miúdos não poderiam lá estudar, como se de uma escola pública se tratasse. Bem hajam estes mercadores do ensino, certo? Errado. Primeiro, quem explora uma instituição de ensino privada tem um negócio, tão legítimo como qualquer outro. Logicamente, o seu objectivo é o lucro e não providenciar o melhor ensino possível, o que também é perfeitamente legítimo. O que não faz sentido aqui é o estado pagar um valor “x” para cobrir as despesas do aluno, acrescidas de um “y” que representa lucro. O estado está a pagar mais do que apenas o ensino do aluno, ou seja: sai mais caro providenciar este ensino via privado, do que apostar na escola pública.

BRA^GO_HOJE goiânia ensino educação

BRA^GO_DDM mensalidades mal educadas

As pesquisas no Brasil estão sempre desatualizadas. O governo e as entidades patronais preferem contratar institutos de opinião  e encomendar pesquisas fajutas super super faturadas, enchendo os bolsos de um bando de picaretas. A PF precisa investigar esses Institutos de Pesquisas. Todos mamam nas tetas dos cofres públicos. O Brasil esta empestado de Marcos Valério, o “Carequinha” do Mensalão.

Carolina Mandl escreveu para “Valor Econômico”:

Mesmo as instituições privadas de ensino superior com pior desempenho financeiro registraram lucro em 2004. É o que mostra um levantamento feito pela Ideal Invest, empresa que concede empréstimos a escolas, e pelas consultorias Hoper Educacional e CM com 78 Universidades de todo o país com mais de mil alunos.

O estudo separou as escolas em três categorias de performance: melhor, intermediária e pior. As instituições do primeiro grupo registraram uma margem líquida média – índice que aponta quanto da receita se transformou em lucro – de 26,48%, superior à registrada por companhias como Vale do Rio Doce, Gerdau e Petrobras. A terceira categoria, de desempenho mais fraco, obteve uma lucratividade de 3,83%.

A Universidade Anhembi Morumbi, por exemplo, com 25 mil alunos, teve um lucro de R$ 52,8 milhões em 2003, o que representou uma margem líquida de 30,1%. No Ibmec SP, com 2.300 alunos em cursos de administração e economia, o índice foi de 11,8%.

O que também colabora para o bom desempenho do ramo é o fato de ele estar pouco endividado. O endividamento com bancos e com debêntures varia de 1% a 18,7% do patrimônio líquido das instituições.

“Esse é um dos setores mais lucrativos da economia brasileira”, afirma Ryon Braga, presidente da Hoper. Esse resultado, de acordo com Braga, se deve ao investimento baixo (sala de aula, laboratórios e professores) e às classes cheias, que diluem os custos já pequenos. O maior gasto de uma instituição de ensino superior é com professores, que absorvem cerca de 55% das despesas totais. O salário do professor faz parte do lucro. Assim contratam professores que aceitam baixos salários.

ensino

Quais empresas corrompiam Paulo Vieira, governador geral das ilhas e doces rios e aquíferos. Preciosas fontes

As Anas das agências reguladoras dos altos preços & concessões
As Anas das agências reguladoras dos altos preços & concessões
Apontado pela Polícia Federal como articulador de um esquema de venda de pareceres técnicos, o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Vieira queria ser indicado para o cargo de ministro do Meio Ambiente, relatou nesta quinta-feira (6) o presidente da agência, Vicente Andreu, em depoimento na Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle do Senado. O presidente da ANA classificou Vieira como uma pessoa “complexa e ambiciosa”. “Ele falava muito em ser candidato, tinha pretensões eleitorais, chegava a mencionar que estava cotado para ser nomeado ministro”, declarou. De acordo com Andreu, o ex-diretor do órgão também gostava de mostrar proximidade com pessoas importantes, como o ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu. Informações do Estado de S. Paulo.
Falou nada com nada. Esta história de que queria ser ministro pura conversa fiada (uma Ana vale mais que um ministério). De que queria ser candidato também é despiste. Faltou revelar que empresas comprava pareceres técnicos. Que empresas corrompia Paulo Vieira.

Das relações de Lula com a rosa da Operação Porto Seguro

Quem não corre o risco de escolher amigos, cônjuge, sócios e funcionários errados?

A imprensa anda a destacar que Lula da Silva falou 122 vezes ao telefone nos últimos dezenove meses, com sua amiga e chefe de gabinete da Presidência da República em  São Paulo, Rosemary Nóvoa de Noronha, segundo revela reportagem de Marcelo Freitas e Raphael Veleda para a edição brasiliense do Metro, jornal do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Em média, uma ligação a cada cinco dias, entre março de 2011 e outubro de 2012, quando Lula já não era presidente da República.

Os telefonemas foram monitorados pela Polícia Federal, com autorização judicial, no âmbito da Operação Porto Seguro, deflagrada sexta-feira, 23, que prendeu seis pessoas, incluindo o nº 2 da Advocacia Geral da União, José Weber Holanda Alves, e dois dois irmãos dirigentes de agências reguladoras, Rubens Vieira, da Ana (Águas), e Paulo Vieira, da Anac (Aviação Civil). Um terceiro irmão, Marcelo, empresário, também foi preso [E todos soltos pela, mais que amiga, justiça federal].
A quadrilha é acusada de corrupção e tráfico de influência. Amiga íntima de Lula, que a nomeou e, ao final do governo, pediu para que ela fosse mantida no cargo, Rosemary é suspeita de ser uma das cabeças do esquema, que também vendia por até R$ 300 mil pareceres técnicos de servidores federais a empresas interessadas em negócios com o governo. Informa Dimas Oliveira.
Pouca interessa, neste caso as amizades. O importante para o Brasil é descobrir que empresas foram beneficiadas. Esse jornalismo investigativo a imprensa não tem coragem e interesse de realizar. Destacar a amizade de Lula vale como despiste.
Despistar tem como sinônimo:

1. desencaminhar, desnortear.

2. enganar, ludibriar, misturar.

3. baralhar, confundir, desorientar, enlear, iludir.

Fugir dos assuntos polêmicos, engavetar notícias, informar meias-verdades, o jeitinho brasileiro da imprensa esconder empresários e empresas.

Nenhuma autoridade é responsável pelas nomeações. Isso acontece em qualquer empresa com excelente serviço de RH. Nos governos existem os serviços de informações. Na ditadura militar tinha o SNI. Hoje eles existem em qualquer polícia militar que monitora todos os cidadãos. Nas forças armadas. Nos serviços de proteção ao crédito. No fisco. No sistema bancário. As operadoras de telefonia gravam todas as conversas. Todos os computadores são varridos. Cada edifício e milhares de ruas possuem câmaras de filmagem interna (sorria, você está sendo filmado). O Big Brother é

– Onisciente: Aquele que possui todo o conhecimento, toda a ciência.

– Onipresente: Aquele que está presente em toda parte.

– Onipotente: Aquele que pode todas as coisas.

Para facilitar, o TRE pretende um título eleitoral cujo número seja o mesmo para todos os documentos: identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, CPF…  A eficácia do método ficou comprovada nos campos de concentração de Hitler. Cada prisioneiro tinha um número marcado no braço.

Máquina de tatuagem nazista
Máquina de tatuagem nazista. Fique sabendo mais 

Determinaram tudo seria mais fácil
se em lugar de um nome
Sibonei tivesse um número.
A prática se mostrou bastante útil
nos campos de Treblinka e Dachau.
E Sibonei foi marcada
como o ferro marca o gado.

Um único número
para todos os documentos (…)
Um único número
economiza papel
e tinta.
Um único número
aligeira a burocracia
e facilita a localização de Sibonei
entre as demais jovens da boiada.


Leia mais. Transcrevi trechos do poema O Retrato de Sibonei

Buchenwald_Survivor_Tattoo_

Tatuagem de números nos campos de concentração nazista

Ate as crianças eram numeradas nos campos de concentração de Hitler
Ate as crianças eram numeradas nos campos de concentração de Hitler

Neste mundo dominado pelas multinacionais, um ex-presidente “é um velho caquético”, assim Rosemary (que amiga da onça!) definiu Lula.

Publica R7 Notícias: Uma conversa de Rosemary Noronha grampeada pela Polícia Federal em maio deste ano mostra a ex-chefe de gabinete da Presidência em São Paulo comparando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a “um velho caquético”. Ela dizia a Paulo Vieira, que estava preocupada com a imagem pública de Lula após um suposto tombo levado em casa. As informações são do Jornal Folha de S.Paulo.

A imprensa brasileira usa e abusa das palavrinhas  “suposto” e “suspeito”, com a desculpa do politicamente correto.

A queda de Fidel Castro
A queda de Fidel Castro

-rei-ruan

O tropeção do rei Juan Carlos
O tropeção do rei Juan Carlos

As nomeações para as agências reguladoras são sabatinadas e aprovadas pelo Senado.

Não é da competência de um presidente, de um rei, ou mesmo de um ditador, investigar a vida alheia. Isso é função dos serviços de informações estratégicas, da polícia, das promotorias e da imprensa.

Do governante o poder de nomear e demitir. A presidente Dilma Rousseff exonerou todos os funcionários denunciados pela Operação Porto Seguro. Que a Justiça faça sua parte. Coloque na cadeia os  corruptos e os corruptores.