A notinha do Sindicato dos Jornalista e a infeliz declaração do Secretário de Imprensa do governador Eduardo Campos

polícia nas ruas

 

Quem indicou os nomes e manda na atual diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco?

Por que a diretoria do Sinjope pretendia ser uma chapa batida de ponta virada para o Palácio das Princesas?

Por que deu uma notinha de apoio a polícia do governador?

E, incrível, por que defende a impunidade, afirmando da dificuldade de identificar os agressores, os que, na policia militar e na polícia civil, prendem e arrebentam  jornalistas e estudantes?

Por que proclama a impossibilidade de punir a arbitrariedade dos intimidadores, dos espancadores, dos  espias, dos infiltrados da polícia?

“Não é dificil indentificar”. Confira aqui

O presidente da OAB-PE, Pedro Henrique, criticou as afirmações do secretário de Imprensa Evaldo Costa, publicada em matéria do Jornal do Commercio do domingo, dia 07, que afirmou: “As pessoas de bem não estão sendo intimidadas. Ou estão equivocadas ou então é um depredador”. Para o presidente Pedro Henrique, a afirmação do secretário está desassociada da realidade já que diversos estudantes vêm procurando a OAB incomodados com a presença ostensiva de policiais dentro das faculdades, realizando filmagens e fotografias.

“A participação dos estudantes universitários nos protestos e manifestações públicas deve ser respeitada e até valorizada em uma democracia, e nunca encarada como atividade subversiva. O secretário é quem está profundamente equivocado em sua infeliz declaração, que simplesmente desconsidera o efeito intimidatório da presença policial em reuniões estudantis”, afirmou Pedro Henrique, que lembrou o fato de ainda estar muito viva na memória das gerações atuais a presença ostensiva da polícia política nos tempos da ditadura, onde ocorriam torturas e assassinatos de estudantes”.

Duvido – fica meu desafio – a diretoria fantoche apoiar a OAB. Sempre por baixo, parte  minoritária do Sinjope prefere ficar à sombra do secretário de Imprensa do Governador.