PERVERSÃO DOS GOLPISTAS. Partido Solidariedade compra e vende os sindicatos da Força Sindical

O deputado federal Antonio Pereira da Silva, proprietário da central de trabalhadores Força Sindical e do Partido Solidariedade, responde a vários processos por corrupção, e aliado de Eduardo Cunha, Michel Temer, Aécio Neves, Aloysio Nunes é um dos principais líderes da conspiração golpista para derrubar Dilma e assumir todos os poderes da Reública, inclusive o Judiciário, através dos ministros Gilmar Mendes no STF, e Augusto Nardes no TCU.

Deputado Antonio Pereira da Silva, mais conhecido com Paulinho da Força, representa o pior do peleguismo, conhecido por vender greves de teatro notadamente de caminhoneiros, por trair os trabalhadores por furar greves, por aprovar leis como a terceirização, que cria o trabalho precário, temporário e semi-escravo.

Foi condenado, em 2011, a pagar multa civil de cerca de R$ 1 milhão por improbidade administrativa na aplicação de R$ 3 milhões em recursos públicos. Conforme a sentença do juiz João Batista Machado, da 1ª Vara Federal de Ourinhos, a quantia será revertida para a União.

Os R$ 3 milhões desviados seriam para comprar uma fazenda no interior de São Paulo e assentar no local 72 famílias, e os proprietários das terras teriam se beneficiado com sobrepreço no imóvel que, segundo avaliação de peritos do Ministério Público Federal, valia R$ 1,29 milhão.

A compra foi realizada por R$ 2,3 milhões. Na época, a Força Sindical, presidida por Paulinho, participava do conselho do Banco da Terra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que liberou os recursos. A ação pedia ainda a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos do deputado, o que foi negado pelo Juiz.

Os processos que Antonio Pereira da Silva responde (odeia os sobrenomes) são variados. É suspeito de participar dos principais escândalos políticos.

Em delação premiada na Lava Jato, Ricardo Pessoa, dono da UTC, afirmou que doou R$ 1,6 milhão para o deputado Paulinho da Força e seu partido, o Solidariedade, entre 2010 e 2015, para esvaziar movimentos sindicais e evitar greves.

“Que em razão dessas doações a Paulinho, o declarante tinha a liberdade para poder pedir a ele, a qualquer momento, que intercedesse em movimentos sindicais liderados por ele que estivessem ou pudessem vir a causar problemas em seus negócios”, disse Pessoa na delação.

Disse ainda que ligou pessoalmente para o aliado de Eduardo Cunha para pedir interferência numa ameaça de paralisação na construção da hidrelétrica São Manoel, no Rio Teles Pires.

Paulinho, que tenta impedir o processo de cassação de Cunha, chegou a solicitar a quebra do sigilo bancário do PGR, Rodrigo Janot, no início da CPI da Petrobras.

Cunha e Paulinho da Força acertaram negócio

21ago2015---o-presidente-da-camara-dos-deputados-eduardo-cunha-a-esquerda-e-o-deputado-federal-paulinho-da-forca-solidariedade-sp-em-encontro-com-trabalhadores-e-sindicalistas-no-auditorio-do-1440182160981_615x300

Paulinho da Força. Proprietário de uma central sindical, a Força Sindical. “Em agosto de 1999, éramos 968 entidades associadas e 8.258.329 trabalhadores na base”. Uma Força que cresce paralelamente com a corrupção.

Paulinho comanda mais de mil sindicatos presididos por pelegos, comedores famintos do imposto sindical pago, a cada ano, com um dia de trabalho dos empregados brasileiros. É uma dinheirama jamais fiscalizada. São bilhões de reais não revelados, e que o Tribunal de Contas da União não faz as contas.

Força Sindical tem um cartilha de dar inveja aos santos. Uma utopia para enganar a boiada. Um imoral humor negro: tudo empulhação, embuste, que a Força Sindical apóia o emprego terceirizado, precário, semi-escavo.

Pela força concedida por uma central sindical, em 2013, fundou o Solidariedade, um partido político da direita, que votou a terceirização, o financiamento das campanhas eleitorais pelas grandes empresas, bancos, indústrias. É um partido de trabalhadores que elegem os patrões. Um partido que tem como razão de ser combater a CUT, um divisionismo sindical que visa combater os sem terra, os sem teto, os sem nada.

Não é de espantar que Paulinho (Paulo Pereira da Silva) concedesse toda solidariedade ao golpismo e a Eduardo Cunha.

Paulinho da Força: “Estou com Cunha. Nosso negócio é derrubar a Dilma”

.

Nem mesmo a divulgação do passaporte e da assinatura de Cunha, usados para a abertura de contas secretas na Suíça, serviram para mudar a posição de Paulinho da Força, que, assim como Cunha, também é réu no STF. “Estou com ele para o que der e vier”, disse o líder da Força Sindical

Por Pragmatismo Político

Um dos principais aliados de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado federal Paulinho da Força (SDD-SP) disse, em entrevista à “Folha de S.Paulo“, que está com o presidente da Câmara dos Deputados “para o que der e vier” e que as novas descobertas “não mudam em nada” sua posição pessoal de apoio ao peemedebista.

cunha aecio paulinho
O parlamentar do partido Solidariedade admitiu que seu objetivo principal é acelerar a abertura de um processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara.

.

“O nosso negócio é derrubar a Dilma. Nada nos tira desse rumo”, disse Paulinho da Força.

.

Sobre as especulações de que o Planalto e o ex-presidente Lula estariam trabalhando para que Cunha não fosse afastado da presidência da Casa por conta das sucessivas denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro, o deputado afirmou que “o governo não cumpre o que fala”.

“O governo bate nele porque sem ele não tem impeachment. E isso só me faz ficar onde estou. Nada muda ou nos tira desse rumo”, concluiu.
Juras de amor

Ainda em agosto, logo após Eduardo Cunha ser denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro, Paulinho da Força organizou um evento para prestigiar o presidente da Câmara.

Paulinho, mais uma vez, deu demonstrações tocantes de amizade desinteressada. Algumas de suas frases:

. “Cunha guerreiro do povo brasileiro” — esta, entoada com a plateia

. “Você é a pessoa mais correta que eu já encontrei na vida”

. “Você é um herói”

. “Você tem coragem de enfrentar os poderosos”

. “Cunha é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo”

Nani
Nani

Fonte: Revista Fórum

DÍZIMO Pro pastor vira-lata comprar Porsche, BMW

Eduardo CUnha põe até Jesus na putaria

religiosos

.

por Gilmar Crestani


Silas Malafaia, Marco Feliciano, Eduardo CUnha envolvem Jesus em putaria. Não é só lavagem de dinheiro, é cusparada na cara do crente. O sujeito passa a semana dando duro no batente para no fim de semana dar. Deve-se a estas credenciais o apoio dado pelos golpistas Aécio Neves, FHC, Geraldo Alckmin, Antônio Imbassahy, Carlos Sampaio, Agripino Maia, Beto Richa, Fernando Francischini & Paulinho da Força Sindical.

Não entendo como Jesus, sendo Deus, não manda uma porrada na cara de quem usa seu santo nome em vão?! E não me venha com livre arbítrio ou o inferno para ladrão. Isso é coisa de picareta. Que deus é este que permite os piores facínoras usarem seu nome em prejuízo da boa fé de tanta gente?! Este tipo de deus não me não faz falta. Mesmo que Eduardo CUnha vá pra o quinto dos infernos, de que isto serve para a vida de milhares de pessoas que ele transformou num inferno na terra?

Eu li a Bíblia. De cabo a rabo. E descobri que muita gente boa da bíblia deu o rabo para comer. Está lá no livro de Ruth. Ela ia para os campos de centeio buscar semen-te… Até Jesus ia passear com Madalena nos jardins de Bethânia…

E aí estes pastores querem falar em família?! Só se for famílias do tipo Provenzano, Marcheze, Corleone, Bonanno, Colombo, Genovese, Gambiono, Lucchese…

O Jesus.com de Cunha roda num Porsche Cayenne
Mariano
Mariano

Carro de luxo do presidente da Câmara, que é evangélico, foi registrado em uma de suas empresas, chamada Jesus.com, que faz propagandas e programas de rádio; o Porsche Cayenne S, de 2013, avaliado em R$ 429 mil, é apenas um dos carros da frota de luxo do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que tem ainda um Ford Edge V6, um Ford Fusion, também registrados na Jesus.com, além de uma BMW e outros carros vinculados a outra empresa e ao nome de sua esposa, a jornalista Cláudia Cruz; somente contabilizando o valor dos carros, o patrimônio de Cunha soma R$ 940 mil; PGR estima em R$ 61 milhões o patrimônio não declarado do presidente da Câmara

Luscar
Luscar

247 – Além de esconder patrimônio na Suíça e também nos Estados Unidos, como aponta a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem uma frota de carros de luxo cujo valor total soma R$ 940 mil.

Um de seus carros, um Porsche Cayenne S, de 2013, avaliado em R$ 429 mil, foi registrado em uma de suas empresas, chamada Jesus.com. O deputado é evangélico e a empresa tem como função fazer propagandas e programas de rádio

Compõem o resto da frota ainda um Ford Edge V6, um Ford Fusion, também registrados na Jesus.com, além de uma BMW e outros carros vinculados a outra empresa e ao nome de sua esposa, a jornalista Cláudia Cruz.

A Procuradoria Geral da República estima que Cunha tem um patrimônio não declarado de R$ 60,8 milhões.

Mariano
Mariano

Imprensa golpista mente sobre acordo Dilma e Cunha.

Leia as manchetes combinadas, escritas por um único jornalista que participou da reunião dos partidos da oposição – a banda podre do PMDB, os pelegos do Solidariedade de Paulinho da Força, “os taradinhos do impechamente” do PSDB, as viúvas da Arena que pariu o PFL, o DEM e outros partidos direitistas.

A imprensa esquece: os deputados petistas, com o PSOL, já solicitaram a cassação de Eduardo Cunha por falta de decoro parlamentar, e prática de vários crimes: recebimento de propinas, extorsão, lavagem de dinheiro, participação na comelança do Lava Jato, tráfico de moedas etc.

deputados assinaram cassação Cunha

A prática embusteira da mesma e repetida manchete em todos os jornais assinala a realidade criminosa de uma conspiração golpista, realizada por uma imprensa familiar – Marinho, Frias, Mesquita e outros barões da imprensa – facciosa, sectária, elitista, mafiosa, corrupta, e inimiga do povo, da Liberdade, da Democracia, da Igualdade, da fraternidade.

Uma imprensa quinta-coluna, que prega o ódio, a violência, a intervenção militar, a tomada do poder pela força, mesmo que resulte em uma guerra civil, e transforme o Brasil em uma Síria.

A manchete única dos jornais de hoje

BRA_OE cunha dilmaBRA_FDSP cunha dilma

BRA_FDL cunha e dilma

BRA^PE_JDC dilma cunha recife

Oposição usará baloeiro para entregar todo poder ao PMDB: Temer presidente, e Cunha vice

Aroeira
Aroeira

É isso aí. O PMDB ficará com todos os poderes se vingar o golpe articulado por Eduardo Cunha, para escapar da prisão como sonegador, traficante de moedas, comedor de propinas etc.

Cunha espera contar com o apoio dos trabalhadores, pela Força Sindical, propriedade de Paulinho, que acumula os cargos de presidente da central sindical e do Partido Solidariedade.

Com a derrubada de Dilma, Michel Temer assume a presidência, e Eduardo Cunha acumula os cargos de presidente da Câmara dos Deputados e vice-presidente da República. Na presidência do Senado está outro pmdebista: Renan Calheiros.

É isso aí. Todo poder aos três mosqueteiros que são quatro. Que José Sarney é o presidente de honra do PMDB.

Pausinho da Força só é solidário no CUnha

Iotti
Iotti

por  Gilmar Crestani


O escritor e cronista Otto Lara Resende escreveu que mineiro só é solidário no câncer. Se vivo fosse, diria que Paulinho da Força só é Solidário na corrupção. Depois de tudo o que já se sabe a respeito de Eduardo CUnha tentar fazer de conta que não há nada de mais prova que pior do Cunha são seus apaniguados.

Não havia entendido o nome Solidariedade para um partido nascido de uma Força Sindical, onde há de tudo, mas de menos solidariedade. Erro meu. Na minha ingenuidade pensava que o dirigente do sindicato dos pelegos fosse, com base na prisão da cunhada do Vaccari, cobrar a prisão da mulher do Cunha, que não tem foro privilegiado. Até porque a Suíça se encarregou de produzir as provas que a grampolândia das araucárias se nega.

Aliás, por falar em corrupção, Paulinho também é solidário às centenas de viagens do Napoleão das Alterosas para namorar nos fins de semana no Rio e em Florianópolis.

Prova-se assim que Pausinho só é solidário com corruptos.

Nota da oposição pedindo afastamento deixou Cunha “puto”

Cau
Cau

A nota divulgada pela oposição, no sábado (10), defendendo que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se afastasse do cargo de presidente da Câmara foi “um erro, uma besteira. Não acrescentou nada e só criou dificuldade para o nosso lado”, diz o deputado Paulinho da Força (Solidariedade), um dos líderes do movimento pró-impeachment de Dilma Rousseff.

O texto foi assinado por PSDB, DEM, PPS, PSB e até pelo Solidariedade, do próprio Paulinho.

As legendas já tinham combinado com Cunha uma forma de fazer o processo de impeachment contra Dilma Rousseff andar na Câmara, mas a iniciativa estaria colocando o plano em risco.

“O Eduardo ficou puto”, diz Paulinho. “Agora temos que consertar a m. que fizemos.”

marta pt dilma temer cunha

Ele diz que a reação do presidente da Câmara o assustou. “Eu achei que tínhamos jogado a criança fora junto com a água, fiquei com essa impressão”, diz.

ADVERTISEMENT – O deputado, no entanto, acha que ainda há tempo de reparar o erro, já que Cunha estaria chateado mas não a ponto de romper com a oposição. “Vamos fazer uma reunião agora, vamos ver como consertar isso.”

Paulinho credita “o problema” ao PSDB, “que tem medo da opinião pública”.

Winner de Cunha pode iniciar uma guerra civil

pedaaladas folha

Veja como um jornal golpista – a Folha de São Paulo – trata a farsa de um impeachment como uma grande crise política, sem informar ao povo o que seja “pedaladas”, ou que político civil assume o lugar de Dilma com um golpe parlamentar.

A manchete da Folha é uma fria, que na gíria jornalística chamamos de balão de ensaio. É mais um caso de propaganda marrom, de apologia do golpe.

Todo mundo sabe: é inaceitável um indicado do morto PC Farias, Eduardo Cunha, seja vice ou presidente do Brasil.

Isso acontecendo seria o começo de uma verdadeira crise política e constitucional, que pode iniciar uma intervenção militar e/ou guerra civil.

Força Sindical fura protesto contra terceirização

Thiago Lucas
Thiago Lucas

Centrais sindicais legalizadas no Brasil

União Sindical dos Trabalhadores – UST
Central do Brasil Democrática de Trabalhadores – CBDT
Central Única dos Trabalhadores – CUT
Força Sindical – FS
Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB
União Geral de Trabalhadores – (Brasil) – UGT
Nova Central Sindical dos Trabalhadores – NCST
Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB

Central sindical é o nome que se dá a uma associação de sindicatos de trabalhadores. Possui personalidade jurídica própria e estrutura independente dos sindicatos que a formam. É uma entidade mais forte que um sindicato individual e luta por interesses de várias categorias, participando ativamente da politica do país. Fonte Wikipédia

Bruno GalËo
Bruno GalËo
Centrais interditam estradas em São Paulo no Dia Nacional de Paralisação

Sindicalistas promovem desde o começo da manhã de hoje (29) interdições de vias da cidade de São Paulo, do litoral e de municípios paulistas em atos do Dia Nacional de Paralisação, convocado pelas centrais sindicais.

O Dia Nacional de Paralisação foi convocado pela Central Única dos Trabalhadores, Central dosTrabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Conlutas, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Intersindical e Nova Central, além de movimentos sociais, como forma de protesto contra a terceirização, contra as Medidas Provisórias 664 e 665 (que alteram regras para concessão de benefícios trabalhistas e previdenciários) e em defesa dos direitos e da democracia.

A Força Sindical, fundada por seu presidente licenciado deputado Paulo Pereira da Silva, mais conhecido como Paulinho da Força, deputado federal que fundou o Partido Solidariedade, que pediu urgência na votação da terceirização.

Coisa de quinta-coluna: a Força Sindical aprova a terceirização ampla, geral e irrestrita.

Agência Brasil – Por volta das 8h, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava trânsito acima do normal para o horário. Ao menos 121 quilômetros de vias estavam com lentidão ou tráfego parado na região do centro expandido, espaço que fica entre as marginais Tietê, Pinheiros e o centro da cidade.

Entre os bloqueios estão a Ponte das Bandeiras, com fechamento de duas faixas de rolamento na Avenida Santos Dumont, sentido Santana. Há ainda interdições no cruzamento da Rua Afrânio Peixoto com a Alvarenga, rumo à Universidade de São Paulo (USP) e na Avenida Nações Unidas, próximo a Ponte do Socorro, em direção à Rodovia Castelo Branco.

Na Baixada Santista, a principal via de acesso ao Porto de Santos está interditada no sentido Guarujá, na altura do Km 268 . As interdições provocam filas de dois quilômetros. Mais cedo, entre às 5h40 e 7h30, os dois lados da rodovia foram bloqueados.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, as manifestações contaram com a adesão dos trabalhadores da General Motors. Na cidade, as atividades foram paralisadas. O sindicato informou que há greve por 24 horas na empresa Avibras e mobilizações entre os metalúrgicos da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer).

Eduardo Cunha e Paulinho da Força lideraram a aprovação do emprego terceirizado, indireto, precário e servil. Chaarge de Cao
Eduardo Cunha e Paulinho da Força lideraram a aprovação do emprego terceirizado, indireto, precário e servil. Chaarge de Cao

Força Sindical aprova emprego terceirizado e abusa dos velhinhos

terceirizado emprego

Deputado Paulinho da Força, fundador e presidente licenciado da Força Sindical, levou à Câmara dos Deputados idosos com curativos falsos, cadeiras de rodas e bolsas de soro para protestar contra a aprovação da MP 664, que restringe o acesso a benefícios previdenciários, entre eles o auxílio-doença.

Paulinho, que também fundou o partido Solidariedade, que pediu urgência para aprovação da lei da terceirização, fez redigir as faixas que diziam: “A Dilma quer roubar os aposentados do Brasil”; “Dilma, não roube minha aposentadoria”; e “Dilma, a traidora dos aposentados”

Paulinho e Eduardo Cunha, do PMDB, comandaram a votação que aprovou o emprego terceirizado, o emprego indireto e precário. É um absurdo, uma traição, uma central sindical apoiar a terceirização.

.

PAULINHO REÚNE IDOSOS FANTASIADOS EM ATO CONTRA DILMA

.

falsos doentes

247 – O deputado federal Paulinho da Força (SD-SP), organizou hoje um protesto na Câmara formado por idosos com falsos curativos, cadeiras de rodas e bolsas de soro, segurando faixas contra a presidente Dilma Rousseff.

Com gritos no Salão Verde da Casa, os cerca de 50 manifestantes ligados à Força Sindical protestavam contra a aprovação da MP 664, a segunda medida do ajuste fiscal, que restringe acesso a benefícios previdenciários, entre eles o auxílio-doença.

“A Dilma quer roubar os aposentados do Brasil”, dizia uma das faixas. “Dilma, não roube minha aposentadoria”, mostrava outra. “Michel, não esqueça da minha pensão”, apontava ainda um terceiro cartaz.

Outras faixas, levadas por manifestantes que não eram idosos, mas vestiam coletes da Força Sindical, diziam que “Dilma deixou os aposentados chupando dedo” e “Dilma, a traidora dos aposentados”.

O líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), afirmou hoje que houve um acordo para a votação da MP 664 nesta quarta e quinta-feira.

charge-thiagolucas. terceirização