Todos os figuraços que a imprensa aponta como vice de Aécio terminam denunciados como corruptos. Acontece agora com Malan

Tanto o ex-ministro da Fazenda do governo Fernando Henrique, Pedro Malan, como a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie, foram denunciados por falsificação de contrato, manipulação de mercado e crime contra o sistema financeiro nacional; o motivo: na qualidade de conselheiros da OGX, de Eike Batista, teriam emprestado sua credibilidade à promessa feita pelo empresário de que injetaria US$ 1 bilhão na empresa caso as ações caíssem; Eike não honrou a palavra e os dois pularam fora do conselho; notícia-crime foi encaminhada pelo procurador Osório Barbosa e recebida pelo também procurador federal José Gomes Ribeiro Schettino; para o MP, Malan e Gracie são devedores solidários de US$ 1 bilhão

 

Malan

Publica 247:Uma mentira contada pelo empresário Eike Batista a seus investidores pode custar caro para o ex-ministro da Fazenda, Pedro Malan, e a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie – ambos ligados ao PSDB. Quando os dois eram membros do conselho da OGX, Eike prometeu injetar US$ 1 bilhão na companhia caso suas ações se desvalorizassem, numa cláusula conhecida como “Put”. Os papéis viraram pó, Malan e Gracie saíram do conselho, mas, para o procurador federal Osório Barbosa a história não terminou. Ele encaminhou uma notícia crime contra os dois, que foi recebida pelo também procurador federal José Gomes Ribeiro Schettino.

Na denúncia, Malan e Gracie são acusados dos crimes de falsificação de contrato, manipulação de mercado e crime contra o sistema financeiro nacional, cujas penas, somadas, chegam a 19 anos de prisão. “Assim sendo, ao venderem seus nomes para dar credibilidade à fraude, estes notáveis conselheiros não só teriam se tornado co-autores do crime, mas também avalistas da PUT”, diz o último parágrafo da denúncia.

“O MPF entende que os três são avalistas da PUT, o que implica em dizer são devedores solidários de US$ 1 bilhão. Isto é ótimo porque agora temos um número maior de devedores da PUT a serem acionados”, disse ao 247 Aurélio Valporto, presidente da Associação Nacional de Proteção ao Acionista Minoritário.

Leia a íntegra da denúncia acolhida pelo Ministério Público Federal, que atinge também Rodolpho Tourinho, ex-ministro de Minas e Energia do governo FHC

Dinheiro de Eike pegou sumiço

OGeconomico. Eike

Em 2010 informava a Folha de S. Paulo: O empresário Eike Batista saltou da 61ª para a 8ª posição na lista das pessoas mais ricas do mundo, com uma fortuna de US$ 27 bilhões, segundo o ranking de 2010 da revista americana “Forbes”. Ele estreou no ranking em 2008, na 142ª posição.
A revista americana diz “talvez a única coisa maior do que Eike Fuhrken Batista no Brasil seja o morro do Pão de Açúcar”.

No topo da lista da Forbes, o mexicano Carlos Slim, dono da operadora de telecomunicações Telmex, superou Bill Gates, fundador da Microsoft. O primeiro aparece com fortuna de US$ 53,5 bilhões, US$ 500 milhões a mais que Gates.

É a primeira vez desde 1994 que o número um da relação não é um bilionário norte-americano. Em terceiro está o megainvestidor norte-americano Warren Buffett, proprietário da Berkshire Hathaway, com US$ 47 bilhões de dólares.

Histórico

A fortuna de Eike começou a ser construída no início da década dos anos 1980, com atividades de comércio de ouro e diamantes extraídos na região Amazônica.

Depois de uma diversificação dos negócios e de um processo de internacionalização na década seguinte, Eike redirecionou integralmente seus esforços para o Brasil, na crença de que o país “é um dos melhores lugares do mundo para se fazer negócio”, nas palavras do próprio empresário.

Nos últimos anos, o grupo de Eike comprou direitos sobre blocos exploratórios de petróleo e gás e formou a OGX, ainda em fase pré-operacional como várias das empresas do grupo.

Outras empresas da EBX são a MMX (mineração), LLX (logística), MPX (energia) e OSX (estaleiros). Com exceção da holding e da OSX, a última em processo de abertura de capital, as demais já possuem ações negociadas na Bovespa.

Todas as companhias de propriedade de Eike têm a letra ‘X’ no nome em referência ao sinal matemático da multiplicação.

ar

[Como é que essas botijas de ouro e prata desapareceram? Ficaram encantadas?

O x dessa história é saber se Eike perdeu dinheiro apenas no Brasil?

Não acredito na teoria de que “tudo que é sólido desaparece no ar”…

Tem algo de podre no reino da Dinamarca, ou melhor dito, no reino da Alemanha, que Eike, apelidado pela mãe de “bundinha de ouro”, tem dupla nacionalidade.

 

Quanto mais Eike ganha, mais pobre fica

Não deixem de ler o relato do que ocorreu em São João da Barra, publicado no blog do Pedlowski, mostrando o drama de um agricultor e sua família vítimas da arbitrariedade e desumanidade de Cabral, para beneficiar Eike Batista. É de cortar o coração. Esse drama deveria ser mostrado por toda a imprensa. Dezenas de família foram praticamente expulsas de suas terras, sem direitos, sob ameaça da Polícia Militar. A CODIN, do governo estadual, manipulou processos judiciais para prejudicar os agricultores. É para deixar qualquer um indignado. (Blog do Garotinho)

dramasjoaodabarra

[É sinal de que algo muito estranho aconteceu ou vai já, já. Quanto mais terras, rios, lagos, praias, concessões de minérios, portos, ferrovias, poços de gás e petróleo, dinheiro emprestado de bancos oficiais (só no BNDES foi 13 bilhões), quanto mais presentes ganha Eike, quanto mais ele ganha, mas pobre fica no Brasil.

Acontece que Eike revelou e propagou que o apelido dele, colocado pela mãe, é “bundinha de ouro”, pela inexplicável sorte que tem de multiplicar bens.

Por que o patrão paga um salário de fome aos jornalistas?

Escreve Marco Antônio Santos: “O din-din não dá para pagar as despesas básicas até o final do mês, ou melhor, o final do mês do trabalhador chega alguns dias após o recebimento do holerite de fome”.

É que o patrão está em crise. Cada vez mais miserável. Quanto mais empresas tem, mais pobre fica. É o fenômeno Eike Batista, um pobre coitado. Que pena mais que um jornalista pena de ouro.

crise vida indignados economia imposto salário

Um Trem Para As Estrelas

Cazuza

São 7 horas da manhã
Vejo Cristo da janela
O sol já apagou sua luz
E o povo lá embaixo espera
Nas filas dos pontos de ônibus
Procurando aonde ir
São todos seus cicerones
Correm pra não desistir
Dos seus salários de fome
É a esperança que eles tem
Neste filme como extras
Todos querem se dar bem

Num trem pras estrelas
Depois dos navios negreiros
Outras correntezas

Estranho o teu Cristo, Rio
Que olha tão longe, além
Com os braços sempre abertos
Mas sem proteger ninguém
Eu vou forrar as paredes
Do meu quarto de miséria
Com manchetes de jornal
Pra ver que não é nada sério
Eu vou dar o meu desprezo
Pra você que me ensinou
Que a tristeza é uma maneira
Da gente se salvar depois

Num trem pras estrelas
Depois dos navios negreiros
Outras correntezas

Ilustração de Giacomo Cardelli
Ilustração de Giacomo Cardelli

No reino da impunidade, Sergio Cabral entrega o Maracanã a Eike e justifica 200 milhões de gastos adicionais. Isso sim que é corrupção. E o Rei do Rio vai ficando cada vez mais pobre…

  

Carlos Newton

Reportagem de Carolina Oliveira Castro, no Globo Online, mostra que mais uma anunciada armação do governador Sergio Cabral foi completada com êxito. Como já se sabia, o consórcio Maracanã S.A – formado pelas empresas Odebrecht (90%), IMX (5%), de Eike Batista, e a americana AEG (5%) – ganhou a concorrência pública para administrar o estádio pelos próximos 35 anos.

O anúncio do novo administrador do palco da final da Copa do Mundo de 2014 foi feito nesta quinta-feira, no Palácio Guanabara, onde foram abertos os envelopes com as garantias dos dois consórcios que estavam na disputa.

O resultado transforma a AEG (Anschutz Entertainment Group) no maior administrador de estádios no Brasil. Com sede em Los Angeles, nos EUA, a empresa é responsável pela administração de 120 arenas em todo o mundo. Entre as quais, estão as brasileiras Arena da Baixada (Curitiba), Arena Pernambuco e Arena Palestra (do Palmeiras, em São Paulo). A empresa pretende concorrer também à administração do Mané Garrincha, em Brasília. Mesmo tendo só 5% de participação no consórcio, a empresa foi fundamental para o consórcio na disputa. A AEG, das três, era a única que cumpria o requisito, exigido por edital, de ter experiência em administração de estádios.

IMPREVISTOS DE 200 MILHÕES

O governo do estado atribuiu a “imprevistos” o gasto adicional de cerca de R$ 200 milhões na reforma do Maracanã. Mas não discriminou quanto gastará em cada um dos “fatores alheios à vontade” do consórcio responsável pela reconstrução do estádio.

Em nota oficial, o governo afirma que “uma obra dessa magnitude pode enfrentar obstáculos imprevisíveis ao longo da sua execução”. O principal deles, diz, “foi o expressivo aumento de quantitativo de recuperação e reforço estrutural e de demolição verificadas”. Segundo a nota, ao longo da reforma, os técnicos descobriram que as estruturas das rampas monumentais e de cinco pavimentos do estádio precisavam ser recuperadas.

Um reforço metálico sob a arquibancada, segundo o governo, também justificou o aditivo. “Os impactos de todos os imprevistos”, diz a nota oficial, adiariam a conclusão da obra para setembro deste ano, já depois da Copa das Confederações. Por isso, “optou-se pela adoção de metodologia diferenciada para as arquibancadas (estruturas metálicas) e implantação de medidas de aceleração (turno adicional e horas extras)”, o que elevou o valor final do contrato para R$ 1,12 bilhão.

[PRIVATIZAÇÃO COM CARTAS MARCADAS. ANTIGAMENTE ISSO ERA CONSIDERADO CRIME. LADROAGEM. MARMELADA. BANDIDAGEM. FORMAÇÃO DE QUADRILHA. TODO CORRUPTO SABIA DO CONCHAVO.  TODA IMPRENSA SABIA QUE EIKE BATISTA IA GANHAR A CONCORRÊNCIA. QUANTO CUSTOU TODA ESTA FARRA PARA OS COFRES DO BRASIL, DO GOVERNO DO RIO E PREFEITURA DO RIO?]

A “namorada” de Eike Batista

flávia sampaio

A mãe de um futuro herdeiro de concessões e mais concessões dos governos da União, estados e municípios é notícia sim. Eike, realmente, nasceu com uma “bundinha de ouro”. Está “casado” com uma mulher linda, inteligente, e sócia do escritório Sampaio, Morisson e Boquimpani Advogados Associados, especializada em ações tributárias e ambientais. Portanto, uma profissional mais do que importante para os negócios de Eike. Confira  

Flávia Sampaio tem 29 anos. Eike nasceu em Governador Valadares, em 1956. É outro ex-mineiro famoso, que virou carioca.

Estranho uma grávida ser chamada de “namorada” pela imprensa bajuladora. Fosse uma mulher pobre o nome seria outro. Prefiro enamorada.

Foto Vicente de Paulo
Foto Vicente de Paulo

Os bundas-moles e as bundas-de-ouro

BRA_NOTA bundas

A capa de hoje do Notícia Agora apresenta as bundas de tanajura, e prepara os leitores para o Carnaval e para o BBBrazil. A Play Boy faz até concurso

playbol concurso

As clínicas faturam com implantes.

silicone-no-bumbum

Preferencia-Nacional bunda e peitos

O brasileiro só pensa nisso. Dizem que andar para trás faz bem. Escreve Carolina Cagno, na revista Boa Forma:”Caminhar de costas é tendência no mundo fitness, mas será que vale a pena? ‘Como o movimento não é natural, o corpo precisa se esforçar para se adaptar, o que aumenta a queima calórica’, fala o personal trainer Márcio Atalla, do Rio de Janeiro. Em um estudo da Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, atletas que andaram de costas na esteira três vezes por semana por 15 minutos notaram menos dor na lombar. ‘A técnica ajuda mesmo, porque oferece menos impacto’, explica Atalla. Mas a novidade pede cuidados: comece devagar, alternando com a caminhada normal, e aumente o tempo e a velocidade à medida que ganhar confiança – a mesma regra vale para o exercício no transport, que também permite o movimento para trás. Na rua, escolha um lugar calmo para evitar trombadas. Na esteira, concentre-se para não perder o equilíbrio”.

Eike Batista revelou que possui uma “bundinha de ouro”. Que lhe fez bilionário. Menos de um por cento dos brasileiros tem a sorte do dono da Eikelândia e rei do Rio. Está comprando tudo. Até o Maracanã.

O Brasil anda para trás.

Fernando Henrique privatizou mais de 70 por cento das estatais (fatiou e mudou o nome da Petrobras). A crise continuou com Lula, que também desestatizou. Se Dilma bater o martelo nas privatizações anunciadas, sinal de que o país continua com o pibinho baixo.

BRA^PA_DDP mal de chagas tatuagem

Significa que o povo também anda para trás. É o Brasil da peste (dengue, malária, tuberculose, mal de chagas, febre amarela), da fome, da guerra interna das milícias (paramilitares). De um povo que precisa deixar de ser bunda-mole e bunda-suja.

mosquito pica

Apatia nossa virou uma arte de levar um pé na bunda dos governos que nunca fizeram nada que preste para o povo.
apatia pobreza indignados