Le Monde: Congresso brasileiro virou “selva onde reina a lei do cada um por si”

Impeachment uma peça de vaudeville

O jornal francês Le Monde publicou nesta quarta-feira (11) uma reportagem intitulada “O impeachment virou uma peça de vaudeville”, em referência ao gênero de teatro cômico tipicamente francês.

A reportagem se refere à decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, de anular a votação do impeachment.

A reviravolta, destaca o Le Monde, demonstra a que ponto chegou a Câmara dos Deputados “uma selva, onde reina a lei do cada um por si”, em um cenário político que se mostra, cada vez mais, “devastado”.

O texto lembra que Maranhão tinha avisado que “haveria surpresas” com ele no cargo, e surpresa é o mínimo que se pode dizer da decisão de cancelar a votação dos deputados, ocorrida em 17 de abril.

O texto do jornal francês indica que Maranhão até poderia ter sido o herói dos apoiadores da presidente Dilma Rousseff e dos defensores da tese do golpe de Estado em curso no país e acrescenta que Maranhão, dono de “uma obscura reputação”, fracassou na sua tentativa, e, com isso, conseguiu denegrir ainda mais a imagem da política brasileira.

O impasse levou o país para mais algumas horas de caos político, com direito à reação negativa e imediata dos mercados financeiros, finaliza o Le Monde.

Transcrito do Jornal do Brasil. Para ler matéria original, clique aqui: Le Monde

Com a votação do golpe no Congresso, o terceiro turno de Aécio Neves (PSDB) está de volta, para a entrega de todo poder ao PMDB.

Com Michel Temer presidente, um tira da bancada da bala que, para se eleger deputado, precisou ser nomeado três vezes secretário de Segurança de São de Paulo, comandando as polícias civil e militar. E que conseguiu ser presidente da Câmara dos Deputados, por indicação do presidente Fernando Henrique, como moeda de troca por conchavar a emenda da reeleição.

Temer presidente significa um grande (as) salto para quem nunca teve votos, e se elegeu vice por indicação e votos de Dilma. Um traidor por instinto. Não faz o sucessor e, para se manter no poder, pode apelar para o retorno da ditadura. Para tanto, basta o bigodinho de Hitler (T.A.)

Os estádios para a Copa pagos pelo povo

por Luiz Carlos Amorim

Coliseu

Foi inaugurado, nestes meados de maio de 2013, mais um dos estádios brasileiros, daqueles que estão sendo construídos ou reformados para a Copa do Mundo e, depois, para as Olimpíadas, que também ocorrerá no Brasil.

vermelho
Dona Dilma estava lá, inaugurando o estádio de Brasília, dizendo que a entrega da obra, que custou mais de dois bilhões de reais, é uma conquista do povo brasileiro, que juntos conseguimos fazer grandes coisas, “apesar dos pessimistas de plantão”.

vermelho2
Pois as obras nos vários estádios que serão entregues para a Fifa fazer a próxima Copa do Mundo, arrecadar a renda de tudo e ir-se embora com os bolsos cheios, sem colaborar com um centavo para a preparação do evento, com efeito, estão sendo pagas pelo povo, uma vez que é o dinheiro público que está sendo usado para isso, dinheiro juntado com os altos impostos que pagamos.

vermelh0 3
Dinheiro para a saúde, para a educação, para a segurança, que estão abandonados à própria falência, não há, no Brasil, nos últimos tempos mais do que em outros tempos. Mas bilhões e bilhões para pagar estádios e entrega-los à Fifa, para que ela junte todo o dinheiro que a Copa do Mundo vai render e retirar-se do país mais rica, isso há.
E o povo, apesar de pagar as obras, é quem vai pagar os ingressos para formar o bolo que a Fifa tirará do país.

vermelho 5
Enquanto as escolas públicas caem aos pedaços, sem manutenção e sem equipamentos para que os professores mal pagos ministrem as aulas de primeiro e segundo graus para nossos filhos, enquanto os hospitais deixam de atender os cidadãos brasileiros por falta de funcionários, de médicos, de leitos e de equipamentos e eles morrem sem atendimento, sem cirurgias e sem remédios, enquanto a segurança é cada vez mais precária porque faltam policiais para estarem nas ruas, porque não há verba para admitir mais recursos humanos, viaturas, etc., o país renova seus estádios com o dinheiro público que deveria estar sendo direcionado para as tantas obras que precisam ser feitas e ficam sendo adiadas. Isso sem falar em mobilidade, infraestrutura, etc.

vermelho 6
E nossa presidente enche a boca para dizer “somos capazes” de realizar, sim, as obras nos estádios, dentro dos prazos. Isso tem prioridade. E a educação, a saúde, a segurança?

italy-rome-colosseum

‘MUJER MÁS FEA DEL MUNDO’, ENTERRADA 150 AÑOS DESPUÉS DE SU MUERTE

Por: REUTERS

Julia Pastrana

Julia Pastrana finalmente sepultada en Sinaloa, México
Julia Pastrana
Julia Pastrana (Photo credit: Wikipedia)
La ‘mujer más fea del mundo’ fue finalmente enterrada el martes en su pueblo natal en el norte de México, más de 150 años después de su muerte tras una vida breve y trágica, en la que fue exhibida como un fenómeno de la naturaleza en circos y ferias alrededor del mundo.

Nacida en México en 1834, Julia Pastrana sufrió de hipertricosis e hiperplasia gingival, enfermedades que le provocaron un copioso vello facial y una mandíbula rechoncha, que la llevaron a ser llamada ‘mujer oso’ o ‘mujer mono’.

A mediados de la década de 1850, Pastrana conoció a Theodore Lent, un empresario estadounidense que la llevó de gira como cantante y bailarina en un espectáculo de fenómenos a través de Estados Unidos y Europa antes de casarse con ella.

En 1860 Pastrana murió en Moscú después de dar a luz al hijo de Lent, que heredó la condición de su madre.

El niño murió pocos días más tarde y Lent continuó sus giras exhibiendo sus restos embalsamados, que tras cambiar de manos durante las décadas posteriores acabaron preservados en la Universidad de Oslo, en Noruega.

“Imagínate ella en esas condiciones, enfrentarse a la rudeza y a la crudeza humana y poder superar todas esas cosas que ella pudo superar, creo que es una historia digna de promover, de difundir”, dijo Mario López, gobernador del estado de Sinaloa, quien participó de las gestiones para repatriar los restos y que sean enterrados en su lugar de nacimiento.

“Cuando me propusieron esto, dije, una sinaloense con esa historia de vida no puede estar arrinconada en una bodega”, agregó.

Una multitud acudió al pequeño pueblo de Sinaloa de Leyva el martes a presentar sus respetos a Pastrana, que fue enterrada en un ataúd blanco, adornado con una guirnalda de rosas blancas.

“Se le hizo su misa porque ella era católica, la misa fue muy bonita, estaban hasta tres padres allí, estaba un coro de niñas muy lindo, se llenó la iglesia por completo”, dijo Laura Anderson, una artista mexicana radicada en Nueva York, que lideró la campaña de casi una década para que Pastrana regrese a México y tenga un funeral apropiado.

“Me sentí muy conmovida en todo este proceso, en todos estos años que llevo no me he sentido tan llena de emociones”, agregó.

Qual estádio da propina ficará mais caro e mais bonito Coliseu da Copa do Mundo?

Ninguém faz nada que preste para o povo. Os estádios e os aeroportos são para o conforto dos turistas e dos ricos. Para comparar, basta uma espiada nas estações rodoviárias, nas escolas e hospitais públicos.

O deputado Romário protocola hoje, na Câmara Federal, o pedido da CPI da CBF.

Romário acusou o ex-presidente, Ricardo Teixeira, de ter recebido propina para escolher as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Uma propina que, também, devia ser investigada pelas assembléias legislativas. Coisa improvável que, em cada assembléia, o governador tem maioria, paga o mensalinho.

“A CBF é uma instituição de corruptos e cheia de ladrões. Os que mais pagaram propinas ao ex-presidente da CBF ficaram com a sede. É assim que acontece no Brasil. É assim na Copa do Mundo. (…) Se tratando do Ricardo Teixeira sempre foi com propina. Quem paga mais, leva”, denunciou Romário.

O jornalista Ricardo Antunes, sócio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, prometeu uma reportagem sobre a gastança e endividamento de Pernambuco para patrocinar alguns jogos da Copa do Mundo. Não é que prenderam Ricardo em um presídio de segurança máxima. Falo do Antunes, que o Teixeira é um intocável da bancada da bola. Ninguém prende nem arrebenta.

Arena de Pernambuco
Arena de Pernambuco
Os camarotes vão ser assim. Para você assistir os jogos no luxo e na luxúria. Compre logo seu. Escolha aqui
Os camarotes vão ser assim. Para você assistir os jogos no luxo e na luxúria. Compre logo o seu randevu esportivo. Escolha aqui

Investigação

Romário quer investigar a vida financeira da CBF a partir de várias denúncias de irregularidades técnicas e financeiras envolvendo  a Seleção Brasileira.

O pagamento da publicidade da TAM a laranjas de Ricardo Teixeira foi a gota d´água para motivar o deputado carioca a entrar com o pedido da CPI.

Alertado que este não é um bom momento para a tramitação desse pedido, tendo em vista o recente escândalo da Operação Porto Seguro, que demandará intensa atuação política do Parlamento, Romário se manteve firme na decisão.

Além disso, o forte apelo do futebol e a proximidade da Copa da Confederação e da Copa do Mundo mobilizarão a bancada da bola no Congresso Nacional para abortar a CPI da CBF.

Em vão. O deputado argumentou que se o seu pedido de CPI não for atendido pela Mesa da Câmara quem perderá é o Brasil, mas que ele, como deputado federal, tem compromisso e obrigação para encaminhar o pedido agora.

Memória

A CBF já foi motivo de uma CPI, em 2001, quando Ricardo Teixeira dirigia a entidade.

O deputado Aldo Rebelo (PCdoB/SP), atual ministro do Esporte, atuou como presidente, e o então deputado Silvio Torres (PSDB/SP) foi o relator.

Com o apoio de excelentes técnicos do Congresso Nacional, do TCU, da Controladoria Geral da União, do Banco Central e Polícia Federal houve quebra de sigilos fiscais, contábil e bancário da investigada.

Ao final foram identificadas dezenas de irregularidades, como evasão de divisas, sonegação fiscal, depósitos de dinheiro em paraísos fiscais, transferências irregulares de jogadores para o exterior, que a CPI chamou de “fábrica de gatos e tráfico de menores”.

No último dia da CPI, quando o relatório seria lido, o então deputado e presidente do Vasco, Eurico Miranda, liderando a Bancada da Bola, rasgou o relatório, numa tumultuada sessão.

 NERO E OS GOVERNADORES
Nero queimou as favelas dos judeus e cristãos, para ter espaço para a construção do Coliseu, entre outras obras de modernização de Roma. E culpou os favelados pela fogueira. Este o motivo da crucificação de São Pedro.
Pela construção do Coliseu, Nero foi o César mais popular e querido dos romanos. Reinou de 54 a 68.
Ninguém acreditou no suicídio dele. Por muito tempo, o povo esperou sua volta triunfal, o governo popular do pão e circo.
coliseu-de-roma
arquitetura-do-coliseu-de-roma
Vista área do Coliseu de Roma, com 48 metros de altura, e capacidade para 5o mil pessoas. Foi usado como anfiteatro durante 500 anos.
Vista área do Coliseu de Roma, com 48 metros de altura, e capacidade para 5o mil pessoas. Foi usado como anfiteatro durante 500 anos.
A Copa do Mundo de 2014 vai ser um circo sem pão. Veja aqui qual dos doze estádios o mais bonito elefante branco super super faturado.
pão circo indignados copa show