Governo oferece emprego para velhos e idosos

Os marajás e Marias Candelária

Cobacabana dos anciãos malandros

O Estado de Minas destaca que Belô possui uma Copacabana de velhos. E estampa como prova a foto de uma anciã, enfermeira de 80 anos, que passa o dia sem medo, na verde paz e na maior vadiagem: lendo num banco de praça, indo à igreja e visitando amigas.

Ô vida boa a dos aposentados!

O malandro do Fernando Henrique, aposentado precoce, aumentou o tempo de serviço do trabalhador dos 60, quando começa a velhice, para 65 anos, quando se é idoso.

Lula da Silva, que também foi beneficiado com uma aposentadoria precoce, pretendeu esticar o tempo de aposentadoria para os 70 anos, início da ancianidade.

Uma carência que motiva a campanha dos jornais, que não empregam cabelos brancos.

Na pisada que vai – do pisoteado salário piso da classe média, do salário mínimo do mínimo dos operários e camponeses e comerciários – o rico Ministério da Previdência, valhacouto de ladrões e sonegadores, ficará sem pés-na-cova para pagar aposentadorias e pensões. E com mais dinheiro economizado para o contentamento do FMI e para os beneficiários do BNDES – Banco do Desenvolvimento das montadoras e oficinas estrangeiras e do empresariado parasita brasileiro.