Os cachorros doidos do governador Agnelo Queiroz

Os espanhóis, denunciou Las Casas, alimentavam os cachorros com carne humana
Os espanhóis, denunciou Bartolomé de Las Casas, alimentavam os cachorros com carne humana

panamacanal

A polícia cria uma clima de medo. Ueslei Marcelino, antes de ser perseguido pela cachorrada, registrou o espanto e o terror de dois estudantes
A polícia cria uma clima de medo. Ueslei Marcelino, antes de ser perseguido pela cachorrada, registrou o espanto e o terror de dois estudantes

Como faziam os espanhóis e portugueses nos séculos XVI e XVII, nas batalhas de conquista das nações indígenas, as policiais estaduais usam os cachorros e as bestas contra o povo. É um confronto perverso. Medieval e grotesco, para criar uma legenda de medo.

Publica o G1: O fotógrafo Ueslei Marcelino, da Reuters, publicou em sua conta no Instagram que a Polícia Militar do Distrito Federal usou cães “para atacar a imprensa” durante protestos deste sábado (7) na capital federal.

Marcelino registrava a manifestação no entorno do Estádio Nacional de Brasília, antes do amistoso da seleção brasileira contra a Austrália. Ele e o fotógrafo Fábio Braga, da Folha de S.Paulo, acompanhavam confronto entre manifestantes e a Polícia Militar.

Segundo Braga, os fotógrafos faziam fotos de policiais jogando spray no rosto de jornalistas, mas a polícia tentava impedi-los e pedia para se afastarem. Os policiais, então, ameaçaram soltar os cachorros.

splay e cachorro

 Ueslei Marcelino, fotógrafo da Reuters
Ueslei Marcelino, fotógrafo da Reuters

jornalista ajuda

Após o incidente, houve confusão entre repórteres e policiais. Marcelino foi levado em uma viatura do choque para o hospital. Privilégio de quem trabalha para a mídia internacional
Após o incidente, houve confusão entre repórteres e policiais. Marcelino foi levado em uma viatura do choque para o hospital. Privilégio de quem trabalha para a mídia internacional
Depois de afastar os manifestantes próximo ao Estádio Nacional de Brasilia, policiais com cães agrediram dois fotógrafos: O da Folha, Fábio Braga (foto), e o fotógrafo Ueslei Marcelino (Foto André Coelho: Agência O Globo)
Depois de afastar os manifestantes próximo ao Estádio Nacional de Brasilia, policiais com cães agrediram dois fotógrafos: O da Folha, Fábio Braga (foto), e o fotógrafo Ueslei Marcelino (Foto André Coelho: Agência O Globo)

Fábio Braga atacado

Quanto o Brasil gasta com armas não letais de mentirinha?

Conquista do Império Inca
Conquista do Império Inca

 

Informam os governos estaduais que, seguindo determinação de protocolos internacionais, as secretarias da Segurança Pública (SSP) e as Polícias Militares continuarão utilizando os armamentos não-letais necessários para coibir atos de violência durante manifestações populares.

Os governadores, notadamente nos Estados que construíram estádios inacabados para a Copa das Confederações, mentem quando afirmam que tais armas somente são usadas com o objetivo de garantir a ordem pública, depois de esgotadas exaustivamente todas as tentativas de negociação, e apenas em situações de extrema necessidade. Terceira mentira: Acrescentam que todos os excessos serão punidos.

A primeira mentira: canhão sônico, gás lacrimogêneo, bala de borracha e taser são armas que matam.

E mais: nas guerras de conquista das Américas, as armas mais temidas pelos índios, nos confrontos com os brancos europeus, eram os cavalos, treinados para pisotear pessoas; e os cachorros, para comer carne humana. Isso ainda acontece. Basta relembrar o caso do goleiro Bruno.

 

Desenho do grande cronista índio Felipe Huaman Poma de Ayala
Desenho do grande cronista índio Felipe Huaman Poma de Ayala

Nenhum dos governadores revelam o gasto secreto para adquirir tais armamentos. E, principalmente, as negociatas realizadas no comércio e no tráfico de armas.

Garanto que gastam mais com canis, baias e cocheiras do que com creches. E muito com armas, do que com livros.

indignados polícia livro

Quem tem medo de plebiscito e referendo?

O POVO QUER.

QUEM NÃO QUER PLEBISCITO E REFERENDO?

OS TOGADOS QUE PROÍBEM  MANIFESTAÇÕES DE RUA.

OS GOVERNADORES QUE JOGAM OS CACHORROS E AS BESTAS DA CAVALARIA MONTADA CONTRA O POVO.

OS HEDIONDOS PEQUENOS CÉSARES QUE MANDAM A POLÍCIA ATIRAR BALAS DE BORRACHA E BALAS DE CHUMBO, E JOGAR BOMBAS DE GÁS LACRIMOGÊNEO NAS MULTIDÕES.

TEMOS GOVERNADORES, E ATÉ PREFEITOS DE MERDA, QUE COMPRARAM E USAM CANHÕES SÔNICOS.

É O ETERNO BRASIL DO PRENDE E ARREBENTA. 

 

BRA^PR_ODNP REFERENDO