Imprensa esconde salário de professor. E espalha que greve prejudica. É coisa de terrorista

Prefeito ACN Neto mostra as garras do DEM
Prefeito ACN Neto mostra as garras do DEM
Após assembleia, professores realizaram caminhada até a Prefeitura Municipal
Após assembleia, professores realizaram caminhada até a Prefeitura Municipal

Os professores da rede municipal de Salvador decidiram, em assembleia realizada nesta terça-feira, 11, no Ginásio dos Bancários, fazer uma paralisação de 48 horas, a partir de quarta, 12. Após a reunião, os docentes fizeram uma caminhada pelo Centro da cidade até a Prefeitura Municipal.
A categoria, que está desde abril em campanha salarial, pede 10% de reajuste e a manutenção da estrutura da tabela salarial dos professores. Eles pedem que prefeitura faça novos esforços e melhore a proposta de reajuste salarial.

Até o momento, a prefeitura mantém a posição de pagar 5,84%, escalonado em duas vezes: 2% retroativo a maio e 3,84% para novembro, de forma a contemplar o 13º salário e as folhas de novembro e dezembro de 2013.
Nesta quarta, às 10h, os professores voltam às ruas, em caminhada da Praça da Piedade até a prefeitura, para entregar ao prefeito ACM Neto um documento com as reivindicações da categoria. Nesta quinta, 13, uma nova assembleia, às 14h, no Ginásio dos Bancários, deve decidir sobre os rumos do movimento.
Secretaria da Educação – Nesta terça, o secretário da Educação, João Carlos Bacelar, se pronunciou e pediu para que a categoria retorne às salas de aula para que os alunos da rede municipal não sejam prejudicados.
Em nota, Bacelar afirmou que a Secretaria Municipal da Educação (SMED) está em negociação constante com o sindicato e que várias reivindicações feitas pela categoria foram atendidas.

O secretário ressaltou que já assegurou o pagamento do piso nacional com o reajuste, em 2013, de 7,97%, que é um aumento acima da inflação.
Bacelar afirmou que a rede já tem muitas fragilidades estruturais e uma paralisação só prejudicaria os alunos.

Nota de redator do blogue: A imprensa nunca informa o salário do professor. Greve não prejudica nenhum aluno. A greve é pela melhoria do ensino. E por um salário digno.