São Paulo cenário da guerra do futuro pela água

    O racionamento d’água em São Paulo, região metropolitana e capital, virou um cenário de estudo das guerras futuras, entre países, pela posse do ouro azul. Trechos de uma reportagem da agência inglesa BBC, por Renata Mendonça: “É desumano. Chegou num ponto que a gente começou a ver situações inacreditáveis. Uma pessoa chegou na … Continuar lendo São Paulo cenário da guerra do futuro pela água

Com racionamento, a água de São Paulo fica mais cara e enriquece os acionistas da Sabesp

O Brasil está vendendo uma de suas principais riquezas: a água. Um entreguismo que começa com a privatização das empresas de abastecimento, outorgas de fontes, e o uso clandestino dos dois maiores aquíferos do mundo. E qualquer notícia sobre o tráfico de água é recebida como uma piada. Em São Paulo, 53 por cento da … Continuar lendo Com racionamento, a água de São Paulo fica mais cara e enriquece os acionistas da Sabesp

HIDROPIRATARIA. Para Alckmin sobram votos e água em São Paulo

São Paulo adora o domínio tucano. Está com uma sede braba de reeleger Geraldo Alckmmin. Quando alguém reclama que falta água nas torneiras, o governador diz que tem de sobra. E o povo acredita. Podia buscar água no Rio Amazonas. De vários países, os piratas chegam para encher tanques e mais tanques com a água … Continuar lendo HIDROPIRATARIA. Para Alckmin sobram votos e água em São Paulo

Quando mais petróleo o Brasil tem mais cara a gasolina

  A Petrobras é tão brasileira quanto a Vale do Rio Mais do Que Doce para a pirataria internacional. Descobriram agora que venderam 30 por cento das ações do Banco do Brasil. A Petrobras é uma empresa de economia mista, bem misturada, bote mistura nisso. Dizia Evo Morales que o Brasil tem apenas 22 por … Continuar lendo Quando mais petróleo o Brasil tem mais cara a gasolina

Faltar água em Belém é querer vender água engarrafada

A interrupção no fornecimento de água ontem durante mais de cinco horas, dificultou a vida dos moradores dos bairros do Marco, São Brás, Sousa, Curió Utinga e parte de Canudos, afetados pelo problema depois de um curto circuito na Estação Elétrica do Utinga. Segundo a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), a falta de água … Continuar lendo Faltar água em Belém é querer vender água engarrafada

Deu em água a Operação Concutare?

Deu um liberou geral A Justiça Federal negou o pedido de prorrogação das prisões temporárias dos suspeitos detidos durante a Operação Concutare da Polícia Federal (PF), que investiga um esquema de corrupção na emissão de licenças ambientais no Rio Grande do Sul. Informa o G1: A decisão é da juíza Karine da Silva Cordeiro, da … Continuar lendo Deu em água a Operação Concutare?

Como vai o tráfico de água nos rios da Amazônia?

Tráfico de água existe no Brasil. Tanto que deu em água a Operação Porto Seguro. Que é mais um cobertor. Se penetrar fundo nela vai terminar nas outorgas da Ana, a prostituta respeitosa. Acontece o mesmo nas licenças das Secretárias de Meio Ambiente. Apareceu apenas a podridão do Rio Grande do Sul, que tem no … Continuar lendo Como vai o tráfico de água nos rios da Amazônia?

Nas tragédias o Brasil confessa seu lado irregular

Foi assim no incêndio da boate Kiss em Santa Maria. Acontece nos dias de chuva, com as moradias dos pobres nas áreas de risco. Com o afundamento de barcos no Rio Amazonas. Com os 170 mil despejos para as obras da Copa do Mundo. Com as riquezas do Estado doadas como cessão, concessão, licença, consentimento, … Continuar lendo Nas tragédias o Brasil confessa seu lado irregular

Ana tem a maça na cabeça, mas esconde as outorgas (concessões) para as ‘fábricas de água’

A Agência Nacional de Água tem um portal para inglês ver. Não mostra nada de nada. Tem muito nariz de cera. E um noticiário fútil para enganar Dilma e ministros. Idem o Judiciário e o Legislativo. Confira. Clique aqui  Veja as tags deste blogue: ANA, Anas, prostituta respeitosa, aquífero, Aquífero Guarani, Aquífero Amazonas, Aquífero Alter … Continuar lendo Ana tem a maça na cabeça, mas esconde as outorgas (concessões) para as ‘fábricas de água’

Um país que tem medo de se molhar

O Brasil não está preparado para a futura guerra mundial pela água, a nossa maior riqueza. Rendoso o tráfico de água engarrafada. Até a chuva, que passou a ser sinônimo de catástrofe, rende uma dinheirama para os industriais de secos & molhados.