Talis Andrade: o que penso do Brasil hoje

MICHEL TEMER

Temer tem uma escondida biografia jamais revelada como articulador da emenda da reeleição de Fernando Henrique. Era do baixo clero, da bancada da bala, e Fernando Henrique fez dele, por duas vezes, presidente da Câmara dos Deputados. Para se eleger deputado, Temer foi nomeado três vezes secretário da Segurança que comanda as corruptas polícias civil e militar de São Paulo. Uma das vezes na ditadura militar, outra na semana do massacre do Carandiru. No mais, Temer é um pirata do porto de Santos, que começou sua secreta vida política no governo Ademar de Barros, aquele do “rouba, mas faz”.

PEDALADAS

Temer praticou as mesmas pedaladas de Dilma. Idem vários governadores e prefeitos em exercício. Que todos sejam incriminados ou nenhum. Inclusive os ex-presidentes Fernando Henrique e Lula da Silva. Tudo pelo equilíbrio das duas balanças da justiça. Moro u?

FERNANDO MORO

Moro do BanEstado é o mesmo da Lava Jato. O doleiro também é o mesmo. A diferença é que no BanEstado a imprensa escondeu a dinheirama que hoje dorme no berço esplêndido dos paraísos fiscais.

GUSTAVO KRAUSE

Gustavo Krause e Leonardo Dantas Silva, dois escritores que valorizam os costumes e a cultura do povo, por amor ao povo. Eles estudam e fazem parte do melhor da nossa História. Tenho mais de 60 anos de vivência jornalística, e dou meu testemunho: Krause foi o último prefeito do Recife e governador de Pernambuco honesto

POLÍCIA

O Brasil está cheio de polícia. Finalmente é revelada a polícia legislativa. Que não investiga, obviamente, a corrupção de senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores. Essa polícia existe, além do Congresso, nos estados e capitais apenas para afugentar o povo das casas legislativas. Que toda boa lei da elite tem que ser redigida nos fechados gabinetes de parasitas corruptos, a maioria golpista. Além do mais eles contratam empresas de segurança, os capangas que apareceram na residência de Michel Temer em São Paulo. Não existe golpe sem polícias civil e militar, guardas, seguranças, milícias e capangas.

CRUCIFICAÇÃO

Pastores eletrônicos podem usar os cultos para pregar o golpe e criminalizar os sem terra, os sem teto, e fazer campanha pelo retorno da ditadura e votar no impeachment pela paz de Jerusalém. O fanatismo religioso católico ajudou o golpe de 64. O fanatismo religioso de multi milionários pastores conspira para derrubar Dilma. Os fanáticos crucificam Jesus todos os dias.

FBI

Não se faz golpe sem uma lista de presos políticos, tortura, exílio e morte. Hoje são as vítimas de Sergio Moro, o caça petista. Amanhã pode ser você que não gosta de política, e até foi chamado de coxinha. Ninguém sabe do futuro, quando a justiça é parcial, partidária. E quando temos as polícias civil e militar, e milícias, seguranças, guardas, capangas em cada esquina. Não esquecer que Moro chamou o FBI para atuar na Lava Jato, e que Michel Temer foi três (3) vezes secretário de Segurança de São Paulo.

IMPRENSA

Hoje, para conhecer a verdade, quem diria, é preciso ler a imprensa estrangeira, que cobiça as riquezas do Brasil. Aqui, na Pátria Amada, os entreguistas, os corruptos, os traidores escondem seus crimes, e têm os meios de comunicação de massa como cúmplices. As televisões são concessões entregues por Fernando Henrique, como moeda de troca, pela emenda de sua reeleição, conchavada por Michel Temer, que na época, pelos sujos serviços prestados, foi eleito duas vezes presidente da Câmara dos Deputados, com o apoio do presidente FHC.

EDUARDO CUNHA

Acredito que Eduardo Cunha, pela experiência que tem, de primeiro-ministro, presidente da Câmara dos Deputados, de segundo vice, prestes a ser promovido vice-presidente da República do Brasil, seria o presidente ideal do atual STF. Cunha pode ser tudo, mas não é frouxo.

CARLOS ALELUIA

Aleluia ganhou passagem e hospedagem de luxo para tentar dizer na ONU que não tem golpe. Aleluia, aleluia, o anão do Orçamento, e moleque de recado de Cunha foi barrado na ONU. Depois culpou o Itamaraty porque não foi entrevistado pela imprensa de nenhum país. Isso depois de receber R$ 120,6 mil da Câmara para fazer uma operação. Pros pobres não tem disso não.

FAMÍLIA PERRELLA

A justiça mandou devolver o helicóptero para a família Perrella. A cocaína sumiu. A polícia federal botou fogo nela. Olha que não é fácil fazer a mágica de desaparecer meia tonelada de drogas de incerta origem e sem dono. É uma polícia fuleira. E uma justiça que não prende adepto do golpe

BRASIL CORDIAL

Futebol ao lado dos cadáveres das vítimas do desabamento de ciclovia no Rio de Janeiro choca internautas. Este é o Brasil cordial. Em quem vota essa gente? Este é o Brasil da polícia que mata. Do Rio de Janeiro que vota em Eduardo Cunha, Bolsonaro, Sérgio Cabral Filho, Pezão, Francisco Dornelles, Luiz Paulo Conde, Cesar Maia, Eduardo Paes, Marcelo Crivella, Romário. Deputados e senadores que votam no golpe. Governantes que realizam obras que desabam, obras super faturadas. Lá no Rio construíram um estádio a peso de ouro, que está interditado, porque cai, pedra por pedra, com o sopro de um vento. O Engenhão. Mas o país apenas está preocupado se mais de 70 por cento dos acionistas da Petrobras não estão sendo roubados. Setenta por cento de acionistas estrangeiros. E com o golpe vão entregar o Pre-Sal. Eis a razão do árabe chamar o petróleo de excremento do diabo. O país do futebol chuta os cadáveres e os sobreviventes sem terra, sem teto, sem nada, em uma cidade capital do rock, com mais de mil favelas.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário em “Talis Andrade: o que penso do Brasil hoje”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s