Malafaia convoca evangélicos para apoiar o irmão maçom Michel Temer amanhã

Silas Malafaia cita passagens da bíblia para justificar impeachment de Dilma e inflama fieis a participarem de protesto. O pastor também é aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, investigado pela Operação Lava Jato.

Malafaia constuma chamar Temer de irmão. Porquê Temer, além de católico convicto, é maçom.

Escreve Wellington Oliveira, M.M.: “Na maçonaria os seus membros são chamados de Irmãos, pois unidos pelo Amor Fraternal, seja em qualquer Grau, recebem este tratamento, e seu significado é a condição adquirida com a participação de um mesmo ideal baseado na amizade.

Malafaia esconde que faz parte de um templo secreto da maçonaria. No portal Anti Nova Ordem Mundial indaga  Ronaldo Sarmento:  “Afinal Silas Malafaia é ou não é maçom?”

Argumenta Sarmento: “Pessoal gostava muito do programa do Pastor Silas Malafaia e suas mensagens, mas de um tempo para cá comecei a perceber que ele estava agindo a meu ver de maneira errada, respondendo dentro de seu programa críticas que um outro Líder da Igreja Universal vinha fazendo contra a pessoa dele, tipo com palavras agressivas num tom de ira, diferente de que penso de alguém que de fato é transformado pelo o verdadeiro evangelho.

Então resolvi pesquisar um pouco e vi alguns vídeos que dizem que o Silas é maçom, mas nada elucidativo. Certo dia dentro do mesmo programa dele, ele respondeu que não era maçom, mas também não comentou nem mais um segundo sobre o assunto. Achei estranho vindo da parte de um lider que com certeza sabe que a maçonaria é ligada ao demônio”.

Pragmatismo Político – Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, convoca os evangélicos para as manifestações que pedirão o impeachment da presidente Dilma Rousseff neste domingo. Ele esconde o nome de Temer.

“Vamos todo mundo para a rua neste domingo. Vamos protestar”, conclama o pastor. Malafaia cita passagens da bíblia para justificar os ataques à Dilma. “Dai a César o que é de César, dai a Deus o que é de Deus’. O apóstolo Paulo, em Romanos 13:7, mais uma vez ressalta a nossa cidadania”, declarou.

Malafaia é aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e trabalhou por sua eleição para o comando da Casa. O pastor está inconformado com as investigações que apontam envolvimento de Cunha no escândalo da Petrobras e afirma que “estão armando” contra o aliado.

 

DF: delator diz que Temer recebeu dinheiro do mensalão do DEM

 

Temer estaria envolvido no mensalão do DEM, chefiado por outro maçom, o governador José Arruda. Escreve o escriba do golpe, Reinaldo Azevedo: O delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa, envolveu o vice-presidente da República Michel Temer no esquema de compra de apoio político ao ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. Em depoimento prestado à Justiça do DF, Barbosa disse que ouviu de Arruda que conseguiu em 2007 o apoio do PMDB nacional pagando R$ 1 milhão por mês a Tadeu Filippelli, então deputado federal e atual vice-governador. Durval disse que, segundo Arruda, parte deste dinheiro era destinado a Temer.

No depoimento, Durval Barbosa não dá detalhes de como seria essa suposta entrega de dinheiro. À época, o PMDB distrital era controlado pelo ex-governador Joaquim Roriz, adversário de Arruda. Roriz então saiu do PMDB e o partido passou a apoiar Arruda.

Portal Terra: “Segundo Durval Barbosa, o ex-governador teria afirmado, em reunião com a cúpula do governo, com cerca de 100 participantes, que o apoio do PMDB lhe custara R$ 1 milhão ao mês. Ainda conforme o delator, Arruda confessou que o dinheiro era distribuído por Tadeu Filippelli, então deputado e atual vice-governador, e dividido com outros quatro líderes do PMDB. “Michel Temer, Aluísio Alves e um tal ‘Cunha’, que não recordo o prenome. Havia um quinto participante, mas já morreu”, afirmou. Segundo Durval, Arruda teria dito ainda que, se Filippelli tivesse pedido o dobro do dinheiro em troca de apoio, ele pagaria.

 

Revista Forbes faz lista dos pastores evangélicos mais ricos 

 

“COMEÇAM A REVELAR OS PODRES DESSES MAÇONS QUE SE DIZEM PASTORES EVANGÉLICOS, MAS QUE NA VERDADE, ENRIQUECEM APROVEITANDO-SE DA BOA FÉ DO POVO HUMILDE QUE SÓ QUER SERVIR A DEUS EM ESPÍRITO E EM VERDADE. O FIM DESSA TURMA SERÁ O LAGO DE FOGO QUE ARDE EM ENXOFRE, POIS SÃO LOBOS VESTIDOS DE CORDEIROS” – IVAN ALPHOLYTHE

Escreve  Felipe Castanheira, em janeiro de 2013: “Conhecida por listar os maiores bilionários do mundo, a revista Forbes publicou nesta semana uma reportagem com os pastores mais ricos do Brasil.

O primeiro da lista é o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Pastor Edir Macedo, com uma fortuna calculada em 2 bilhões de reais. A revista também destacou o poder midiático do pastor, dono da TV Record e da Folha Universal do Reino de Déus, um jornal com circulação estimada em 2,5 milhões de exemplares. Não ficaram de fora os escândalos relacionados a Edir Macedo.

Em segundo lugar está o pastor Valdemiro Santiago, com R$ 450 milhões. Ex-pastor da Reino de Deus, da qual se desligou depois de entrar em atrito com Edir Macedo, Valdemiro tem 900 mil seguidores e mais de 4 mil igrejas pelo país.

Silas Malafaia, o terceiro da lista com uma riqueza estimada em R$ 306 milhões, é o maior líder pentecostal brasileiro e por diversas vezes já se envolveu com polêmicas contra a comunidade gay. Malafaia ostenta o ousado projeto de arrecadar um bilhão de reais através do “Clube de 1 Milhão de Almas” onde cada fiel deve depositar mil reais para se tornar membro. Atualmente, com mais de 62 mil pessoas, o Clube é uma estratégia para desenvolver uma rede de televisão internacional em 137 países.

Fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, o Pastor R. R. Soares é destacado como o mais multimídia dos evangélicos brasileiros. Pastor, cantor, apresentador e compositor, R. R. Soares chega a milhares de casas pela TV. O pastor aposta na compra de tempo de programação de pequenos canais para conquistar mais fieis. Sua riquesa é avaliada em R$250 milhões.

O apóstolo Hernandes e a Bispa Sônia fecham a lista, com uma riqueza de mais de R$130 milhões. Detidos em Miami com 56 mil dólares não declarados escondidos em uma bíblia e condenados pela morte de nove pessoas no desabamento do teto de um templo, Estevam Hernandes e Sônia Hernandes perderam poder e fieis nos últimos anos. Mais de 70% dos templos do casal já foram fechados e outras pendências judiciais ameaçam ainda mais a Igreja Renascer.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário em “Malafaia convoca evangélicos para apoiar o irmão maçom Michel Temer amanhã”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s