Clique para ampliar

Tratado geral das lamas

por Laerte Braga

Na década de 60 o escritor e teatrólogo Guilherme Figueiredo lançou o TRATADO GERAL DOS CHATOS. Uma preciosa digressão sobre os vários tipos de chatos existentes e por isso mesmo sucesso imediato. A guisa de explicação Guilherme Figueiredo era irmão do presidente João (rima) e naquele momento que escreveu o livro, comunista. Autor também de A RAPOSA E AS UVAS, peça que ficou um ano em cartas num teatro em Moscou.

Que venha urgentes um TRATADO GERAL DE LAMAS. Que mostre as mais variadas espécies de lamas que se derramam sobre o Brasil e levam de roldão desde o País, a brasileiros inocentes, como no caso da SAMARCO/VALE/BPH. Ou as PMs em sua faina diária de matar, tiro ao alvo em negros que estejam em carros brancos, por puro tédio e talvez uma questão de estatística, quem mata mais?

E talvez convocar Marina da Silva (não falo, não vejo, não ouço) para emitir seu parecer sobre lamas, numa coletiva com um painel do ITAU e da VALE ao fundo, compondo o cenário.

A lama da SAMARCO/VALE/BPH matou um rio, destruiu cidades, levou História, pessoas, no que é considerado por especialistas o quinto maior desastre ecológico dos nossos tempos. Liquidou e continua liquidando a perspectiva de qualquer espécie de vida numa região que abrange dois estados, Minas Gerais e o Espírito Santo.

Não houve uma intervenção decisiva do governo federal e tampouco do estadual. A VALE é uma das maiores acionistas do Estado brasileiro. Todos os implicados continuam soltos. Há cerca de uns seis meses, mais ou menos, um vereador da cidade mineira de Juiz de Fora e seu companheiro de pescaria e caça, foram presos por matar duas capivaras. Custou o mandado de sua excelência, que não era mesmo grande coisa.

A lama Eduardo Cunha, que traz consigo a praga evangélica, disseminada por todo o Brasil e também engolida (ou bebida?) pelo governo nos acordos espúrios para evitar o impeachment de Dilma Roussef. Passeia impávida a chantagem por Brasília e outros quintais na busca desesperada e cretina da sobrevivência. É incrível que Rodrigo Janot, dito Procurador Geral da República, tenha pedido a prisão preventiva de Delcídio Amaral, senador e líder do governo na chamada Câmara Alta, deixando de fazer idêntico pedido em relação a Eduardo Cunha, pelo mesmo motivo. Atrapalhar e prejudicar o andamento das investigações sobre suas falcatruas.

A lama tucana no desespero de entregar o pré-sal e receber o combinado pelos serviços prestados, num embrulho que quando se liga as pontas, múltiplas, percebe-se que todos estão no mesmo pacote. Já a lama branca dos 450 quilos de cocaína num helicóptero do senador José Perrela e que se reabasteceu no aeroporto do tio do senador Aécio Neves, essa sumiu. Aécio continua sonhando acordado e dormindo com a faixa presidencial.

A lama Lava Jato, objeto de comentários de um jornal inglês, o SUNDAY TIMES, sobre o fora da lei Sérgio Moro, juiz que preside o inquérito e monta uma espécie de Estado Islâmico no Brasil, numa faixa de terra do Paraná.

De positivo mesmo só a lei Requião (existem senadores e deputados sérios) que abre o direito de resposta às mentiras constantes e criadas pela mídia de mercado, GLOBO à frente. A partir de agora, bateu sem provas e o grande alvo tem sido Lula, vai ter o levou.

Um TRATADO GERAL DAS LAMAS é de extrema importância para o Brasil, do contrário o número de zumbis vai crescer e o mal se tornar irreversível.

Ah! Um outro dado positivo. Estudantes paulistas ocupam escolas que o governador Geraldo Alckmin quer fechar com sua política educacional. Tudo indica que nasce uma geração capaz de enfrentar as lamas que teimam em escorrer pelos furos do poder e pela incúria da iniciativa privada.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s