Dilma afirma que governo não está envolvido em escândalo corrupção

dilma lamenta cunha ser brasileiro

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira em Helsinque que seu governo “não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção” e defendeu os ajustes econômicos planejados para retomar o crescimento da economia brasileira.

Dilma deu uma entrevista coletiva junto com o presidente finlandês, Sauli Niinistö, com quem teve uma reunião como parte de sua viagem os países nórdicos.

A presidente não quis comentar as últimas palavras do presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, Eduardo Cunha, sobre o suposto envolvimento do governo nos escândalos de corrupção e no caso Petrobras.

“Não é o governo que está sendo acusado”, enfatizou Dilma, que insistiu que as pessoas envolvidas na corrupção estão na prisão.

contas cunha

Perguntada pela preocupação que pode haver no exterior com a crise política e econômica brasileira, a presidente assinalou que “o objetivo da oposição pode ser inviabilizar a ação do governo”, mas garantiu que isso não acontecerá mesmo com as iniciativas que planejam apresentar para pedir sua cassação.

Dilma reconheceu que para a retomada do bom desempenho da economia a estabilidade política é necessária, mas se mostrou convencida de que as medidas aprovadas por seu governo para garantir a estabilidade financeira e macroeconômica darão seus frutos e o Brasil superará a crise.

Dilma lembrou que o país é o mais industrializado da América Latina e considerou compreensível que por isso seja mais afetado pela crise internacional, como ocorreu nos Estados Unidos e com a União Europeia (UE), mas garantiu que conta com uma economia robusta capaz de enfrentar o cenário macroeconômico.

Dilma e o presidente finlandês assinaram um acordo para promover a cooperação na área educativa e de pesquisa e apostaram em aumentar os intercâmbios empresariais e comerciais.

A presidente brasileira, que convidou o político finlandês a viajar ao Rio de Janeiro ano que vem para os Jogos Olímpicos, elogiou o prestigiado sistema educacional do país nórdico, um “modelo” internacional.

Ela também disse confiar que sua visita servirá para impulsionar e diversificar as relações comerciais entre Brasil e Finlândia e deu as boas-vindas aos investimentos finlandesas no Brasil em setores como o naval e o petroleiro.

Dilma Rousseff se encontrará com empresários brasileiros e finlandeses e visitar o campus da Universidade Aalto.

Sua visita à Finlândia terminará com um encontro com o primeiro- ministro, Juha Sipilä, em seguida ela volta a Brasília. EFE

Anúncios

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário em “Dilma afirma que governo não está envolvido em escândalo corrupção”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s