Especial Professores em Luta: um mês da truculência no Paraná

Foto: Joka Madruga
Foto: Joka Madruga

Em 29 de abril, mais de 200 pessoas, a maioria professores, ficaram feridas após ação da Polícia Militar (PM), a mando do governador Beto Richa, para dispersar os manifestantes que protestavam contra um projeto de lei que altera a Previdência no Paraná. O Brasil de Fato reuniu uma série de matérias e análises sobre o caso que completam um mês, nesta sexta-feira.

MATÉRIAS

Governo do Paraná descumpre Lei de Acesso à Informação

Após aprovar lei no dia do massacre, Richa saca R$ 500 milhões da previdência

Armas: do Oriente Médio ao Centro Cívico de Curitiba

Governo do Paraná gastou R$ 6,3 mi com um só fabricante de armas em 2014

Praça Nossa Senhora da Salete é rebatizada por jovens em Curitiba

A casa caiu: Beto Richa e o governo em xeque

ARTIGOS

12 % de aumento? “Nem tudo que reluz é ouro”

DEPOIMENTOS

29 de abril: o ocaso da civilização

Foto: Joka Madruga
Foto: Joka Madruga

Anúncios

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s