Balanço da Petrobras foi a manchete dos jornais de hoje que esqueceram a traição dos deputados que votaram a lei do emprego terceirizado

terceirização faixa ceará

A vida do trabalhador brasileiro é mais importante que a passageira crise de uma empresa de economia mista, a Petrobras.

Informa o Globo: O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu que a aprovação de uma emenda de autoria do PMDB na sessão da noite desta quarta-feira (22) prejudicou proposta do PT que tentava limitar a terceirização das atividades-fim das empresas.

Com a interpretação do presidente, a Câmara manteve o projeto do relator, deputado Arthur Maia (SD-BA), no trecho em que estende a terceirização para todas as atividades. Segundo Maia, com a decisão de Cunha, o plenário não poderá mais alterar o trecho que autoriza terceirizar todas as atividades.
A decisão de Cunha de impedir a votação do destaque do PT sobre a matéria gerou protestos de parlamentares do partido.

passeata Ceará contra terceirização

BRA_OG

Ao divulgar na noite de hoje (22) o seu balanço com os resultados de 2014, a Petrobras mostra “capacidade de superação de desafios em um contexto adverso”, afirma o presidente da companhia, Aldemir Bendine. A empresa teve prejuízo de R$ 21,587 bilhões no ano passado, após registrar lucro líquido de R$ 23,570 bilhões em 2013. Segundo a Petrobras, parte desse resultado, ou R$ 6,194 bilhões, deve-se à Operação Lava Jato. O valor foi estimado por meio de uma metodologia desenvolvida pela estatal para calcular o valor total do que chama de “esquema de pagamentos indevidos”.

De acordo com o balanço, o principal fator do prejuízo em 2014 foi a perda por desvalorização de ativos (impairment, na expressão em inglês), que totalizou R$ 44,6 bilhões no ano.

O prejuízo concentrou-se no quarto trimestre: R$ 26,6 bilhões. Na atividade de Exploração e Produção (E&P), o impairment foi de R$ 10 bilhões e, segundo a empresa, “ocorreu em função do declínio dos preços do petróleo”.

A Petrobras reservou longo espaço para tratar dos efeitos da Operação Lava Jato – e lembrou que os envolvidos não trabalham há três anos na empresa. “De acordo com depoimentos obtidos no âmbito de investigações criminais brasileiras, que se tornaram públicos a partir de outubro de 2014, altos executivos da Petrobras entraram em conluio com empreiteiras, fornecedores e outros envolvidos para estabelecer um cartel que, entre 2004 e abril de 2012, sistematicamente impôs gastos adicionais nas compras de ativos imobilizados pela companhia. Dois ex-diretores da companhia e um ex-gerente executivo, que não trabalham para a Petrobras desde abril de 2012, estavam envolvidos nesse esquema de pagamentos indevidos e serão tratados a seguir como ‘ex-empregados da Petrobras’.” Dos quase R$ 6,2 bilhões, pouco mais da metade (R$ 3,3 bilhões) foi da área de Abastecimento, que esteve sob o comando do ex-diretor Paulo Roberto Costa.

Ainda em relação às investigações, a Petrobras lembrou que formou várias comissões internas de apuração, contratou dois escritórios independentes de advocacia e tem “cooperado totalmente” com as autoridades, citando Polícia Federal, Ministério Público Federal, Poder Judiciário, Tribunal de Contas da União e Controladoria Geral da União.

A receita de vendas cresceu 11% em relação a 2013, atingindo R$ 337,260 bilhões. Os investimentos somaram R$ 87,140 bilhões, queda de 17%. A produção de petróleo e gás natural, incluindo Brasil e exterior, aumentou 5%, atingindo a média de 2,669 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed). No refino, a produção de derivados foi de 2,170 milhões de barris por dia (bpd), aumento de 2%.

O presidente da Petrobras informou ainda que a companhia está revendo seus investimentos, com o objetivo de priorizar a área de exploração e produção de petróleo e gás, “nosso segmento mais rentável”. A empresa também prepara um novo plano de negócios, “no qual incorporaremos premissas econômicas que refletem o cenário atualmente vivenciado pela indústria do petróleo”.

Anúncios

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário em “Balanço da Petrobras foi a manchete dos jornais de hoje que esqueceram a traição dos deputados que votaram a lei do emprego terceirizado”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s