JOGO PERIGOSO. Alguém ficou no pó

por Geraldo Elísio

Bira
Bira

Perigoso o jogo desesperado da direita brasileira em chamar de golpe a quase certa reeleição da presidenta Dilma Rousseff, chamando por uma alternância de poder. Não tem como em uma eleição, com votos universais secretos e diretos, dizer que isso não é democracia. Que trate a direita brasileira de entender que os velhos padrões da casa grande e senzala chegou ao fim. Tratem eles de encontrar candidatos diferentes do pastor Silas Malafaia, do capitão da reserva Jair Bolsonaro, dos tucanos Geraldo Alckmin, José Serra e do bêbado e drogado Aécio Neves. Se não encontrarem um candidato digno, com uma visão capaz de sufocar o ódio de classe e a desigualdade social com uma democracia substantiva, o que implica também no social e econômico, e por que não dizer com algumas modificações nas atuais estruturas que Caetano Veloso chama de “Podres Poderes”, jamais eles voltarão ao poder.

“A sociedade feudal e os vassalos” ficaram no devido lugar, nas páginas da História que em nada engrandecem a Humanidade. Francis Fukuyiama errou feio em dizer que a História acabou, ela está apenas começando. Do mesmo modo, na bolsa de apostas, Paul Krugman tem muito mais valor que o defasado Milton Friedman, a ascensão social e a autodeterminação dos povos continua sua rota ascendente.

O mundo não pode ser mais dividido entre suseranos e vassalos. O mundo, repito, é a casa de todos nós e temos que entender que um dia nada mais seremos que o título de uma linda canção norte-americana de Hoagy Carmichael chamada ‘Star Dust’, singelamente traduzido por ‘Poeira Estelar’, ou se quiserem de forma mais atual, pó de estrelas.
E por falar nisso, do coxinha-mor, do contínuo ao seu último subalterno, curtam a dor pois a democracia permite isso. E no mais ‘resquieat in pace et memento homo guia est pulôveres et in pulôveres reverteres’. Alguém ficou no pó.


Geraldo Elísio – repórter, de um leito de hospital em Belo Horizonte, com pneumonia e cercado de pneumologistas por todos os lados.
P.S.: os laboratórios identificaram a cepa Andreata aebrius terrificus, porém já debelada.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “JOGO PERIGOSO. Alguém ficou no pó”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s