O “nós podemos” de Obama virou credo de Marina e Aécio

O velho apoio de Marina, decidido desde o final das eleições do primeiro turno, foi capa hoje de todos os jornais brasileiros como exemplo de nova política.

O “nós podemos” da campanha de Obama a presidente é repetido no Brasil, que a mídia pretende transformar em quintal do Tio Sam.

Que Aécio representa o retrocesso, a velha política colonial do se “é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil”.

 

O "nós phodemos" das elites
O “nós phodemos” das elites

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s