Recepção a calouros de universidade mineira terá oficina sobre masturbação feminina

O jornaleiro

siririca

Preparada pelos veteranos de Serviço Social da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), a recepção destinada aos novatos do curso ganhou repercussão além dos muros da institução. Tudo por causa da “Oficina de Siririca” criada por alunas para debater a masturbação feminina. Mas, segundo as organizadoras, não se trata de uma aula prática coletiva e é destinado apenas às calouras. Na conversa, as meninas serão convidadas a falar sobre suas experiências com a masturbação, o tabu que cerca o relacionamento das mulheres com seus corpos, além de dicas, como explica Gabriela Pereira, de 25 anos.

.
Aluna do 2º período do curso de História, Gabriela pretende trabalhar no campo de gênero e sexualidade e faz parte de um grupo de estudos sobre feminismo e classes sociais na UFOP. Além da “oficina de siririca”, também será exibido o documentário “Clítoris Prazer Proibido”.

.
— É uma roda de conversa para falar…

Ver o post original 251 mais palavras

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s