Irmão de Eduardo Campos alimenta a teoria da conspiração. Aparece um drone da Aeronáutica no lugar de um misterioso helicóptero

A teoria da conspiração nasceu na hora da queda do avião da campanha de Eduardo Campos e Marina. Pelos boatos e rumores espalhados, o “atentado” beneficiaria Dilma, a candidata menos interessada que, pelas pesquisas, ganharia a eleição no primeiro turno.

Inicialmente falaram de colisão com um helicóptero. Se é para acreditar em atentado político, prefiro a teoria surgida nos Estados Unidos, e escondida pelos barões da mídia brasileira, o PIG, de que foi coisa da CIA e de George Soros & outros banqueiros associados.

No clima emocional teatralizado, as pesquisas indicam que Marina vence no primeiro e no segundo turno.

profecia

Quem deseja a morte de um presidente tem que ser investigado
Quem deseja a morte de um presidente tem que ser investigado

atentado bomba pesquisa Eduardo

Morte de Eduardo Campos: Assessor de Richa acusa PT de assassinato 

Júlio Jacob Júnior, assessor do governador Beto Richa (PSDB) e presidente da Copel Participações S/A, terá 48 horas para se explicar sobre acusação que fez contra o PT no caso da morte do ex-presidenciável Eduardo Campos; “Reafirmo, suspeito sim de sabotagem, típica de fanatísmos como vários radicais do PT”, escreveu  nas redes sociais, o que causou forte impacto nos internautas; decisão é da juíza Letícia Marina Conte, da 4ª Vara Criminal de Curitiba, que acolheu nesta quarta-feira (27) parecer do Ministério Público.
Júlio Jacob Júnior, assessor do governador Beto Richa (PSDB) e presidente da Copel Participações S/A, acusou o PT como responsável pela morte do ex-presidenciável Eduardo Campos; “Reafirmo, suspeito sim de sabotagem, típica de fanatismos como vários radicais do PT”, escreveu nas redes sociais, o que causou forte impacto nos internautas.

Escreve Esmaeal Moraes: No Paraná, o cadáver do ex-presidenciável Eduardo Campos (PSB) continua insepulto.

A juíza Letícia Marina Conte, da 4ª Vara Criminal de Curitiba, acolheu nesta quarta-feira (27) parecer do Ministério Público que dá prazo de 48 horas para que o advogado Júlio Jacob Júnior, assessor do governador Beto Richa (PSDB) e presidente da Copel Participações S/A, explique a acusação que fez ligando o PT a atentado contra o ex-governador pernambucano (clique aqui).

O quiproquó se deu no dia do acidente aéreo que vitimou o socialista, dia 13 de agosto, quando Jacob acusou o PT pelas redes sociais:

“Reafirmo, suspeito sim de sabotagem, típica de fanatísmos como vários radicais do PT”, escreveu o assessor de Richa.

dilma um já foi

Diante da grave acusação, o diretório estadual do PT do Paraná ingressou no dia seguinte (14) com uma interpelação criminal. O objetivo dos petista é dar oportunidade de Jacob “reafirmar” ou “recuar” das acusações que fez contra o partido. Se confirmar, será processado criminalmente por calúnia e difamação (clique aqui).

!1aeduardo

Publica o G1 (Globo): O irmão do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), que morreu após um acidente aéreo no dia 13 de agosto em Santos, no litoral de São Paulo, esteve pela primeira vez no local onde o avião que levava Eduardo caiu. Antonio Campos se reuniu com vítimas que tiveram casas e seus comércios impactados com o acidente.

Antonio disse que prestará apoio para essas pessoas. “Mesmo sendo um momento muito difícil para mim, vindo pela primeira vez ao local onde ele faleceu, junto com mais seis vítimas, das quais algumas eram amigas minhas, também vimos a dor de pessoas que estão sofrendo danos materiais e merecem ser reparados. Vamos fazer o possível para que esses danos sejam reparados. Estaremos lado a lado, lutando por esse direitos deles”, diz.
O PSB, partido de Campos, também deve ajudar essas vítimas. A maneira como esse auxílio irá acontecer não está definida. “Nós vamos construir um caminho conjunto de melhorar a situação de quem sofreu esses danos materiais. Também houve danos psicológicos. Eduardo Campos é mais uma vítima do acidente, só que mesmo assim, vamos nos esforçar dia e noite para minimizar esses danos”, completa [sem informa de onde sairá o dinheiro]

Campos reforça as recentes declarações de Marina e do vice Beto Gonçalves, que jamais falam de morte acidental. Todos os três reforçam a teoria da conspiração aceita pela maioria dos eleitores.

Além disso, o parente de Campos esteve reunido com o Ministério Público da cidade, para saber detalhes sobre as investigações. Segundo o irmão, que está habilitado pela família a acompanhar as investigações do caso, o MP trabalha com a possibilidade de que um drone meteorológico, utilizado pela Força Aérea Brasileira, tenha atingido o avião de Eduardo. “Tomei conhecimento dessa possibilidade de um drone ter colidido com o avião do presidenciável Eduardo Campos. Essa é uma das linhas de investigação do Ministério Público e é uma hipótese real”, afirma.
Antonio destaca que um drone da Aeronáutica teria sido dado como desaparecido dias antes do acidente. “Existe imagens no inquérito civil de peças que podem ser de um drone meteorológico. Houve um alerta dias antes de um drone desaparecido na região. Esse pode ser considerado um fato significativo e novo sobre a morte de Eduardo Campos”, aponta.
O irmão de Campos também cita que o promotor Thiago Nobre pediu algumas explicações para diversos órgãos sobre possíveis causas do acidente. “Estou com a cópia da documentação e existe uma investigação que ganhou corpo sobre a possibilidade do drone, mas ainda não é conclusiva. É uma hipótese que ganha força também porque há registro de fotos e imagens, inclusive no G1, de imagens similares a esse drone no local do acidente. Fora isso, foram feitas perguntas pelo promotor sobre o sistema utilizado na Base Aérea de Guarujá, para saber se o equipamento estava em perfeito funcionamento. Isso pode também ter atrapalhado a aeronave”, comenta.

Para Antonio Campos, ainda não é possível saber quando haverá uma conclusão sobre o caso. “O inquérito civil não está em segredo de Justiça, mas ainda não podemos concluir nada. É preciso aguardar o encerramento das investigações”, conclui.

É isso aí. Fica o clima de suspense. O povo que tire as conclusões.

Pelicano
Pelicano

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s