Aécio responde a jornalista preso: não é viciado em cocaína

“ME ACUSAM HÁ 15 ANOS”

 

Aécio

247 publica com destaque: Senador Aécio Neves atribuiu ao PT a insinuação de que seria usuário de drogas; “A gente vive um submundo da política nas redes, onde se dissemina qualquer tipo de acusação contra os adversários esperando que alguém, talvez desavisadamente, leve o assunto para o dito jornalismo sério. Tenho uma história de vida, para quem não me conhece, absolutamente digna e honrada, reconhecida até pelos adversários”, afirmou, ao ser questionado sobre uso de cocaína; “Como não têm sobre a minha vida absolutamente nada, dizem que eu sou despreparado, que eu sou incompetente. Me acusam (de usar drogas) há 15 anos, mas ao longo dos últimos 15 anos eu me especializei em uma coisa: em derrotar o PT. Há 15 anos eu ganho do PT no primeiro turno, em todas as eleições, no meu Estado”

pó

Aécio Neves parece disposto a exorcizar o tema das drogas, na pré-campanha presidencial. Nesta semana, em entrevista ao jornalista Fernando Rodrigues, confessou ter experimentado maconha aos 18 anos. Disse que não gostou, que não recomenda aos jovens e afirmou, ainda, que é contra experiências de legalização, como vem ocorrendo no Uruguai.

As informações na Rede e no censurado Novo Jornal indicam que Aécio gosta de beber e cheirar pó. Sobre o uso de cocaína, o jornalista mineiro Marco Aurélio Carone assinou várias reportagens, que motivaram sua prisão em Minas Gerais, vítima de um nebuloso inquérito da polícia mineira comandada por tucanos.

Aécio Neves teve negado pela Justiça de São Paulo dois pedidos de bloqueio em links de sites e perfis em redes sociais que relacionam seu nome ao “uso de entorpecentes” e desvio de dinheiro durante a gestão como governador de Minas Gerais. As ações têm como alvos os sites de busca Google, Yahoo! e Bing, e pedem a exclusão de notícias e remoção de sugestões de pesquisas.

O tucano não conseguiu derrubar as notícias na primeira instância, no caso da ação sobre desvio de verbas, e entrou com um recurso, com pedido de liminar. No processo, os advogados do Google disseram que Aécio “parece sensível demais às críticas sobre sua atuação”. A empresa afirmou ainda que é impossível retirar o conteúdo do ar sem prejudicar outras buscas relacionadas ao nome do senador.

A ação que busca excluir postagens que vinculam o nome de Aécio ao consumo de drogas corre em segredo de Justiça e foi iniciada em dezembro de 2013.

Por ter comprovado o uso de drogas (socorro de emergência em hospitais), o jornalista Marco Aurélio Carone continua preso, numa armação idêntica que o jornalista Ricardo Antunes sofreu da polícia de Pernambuco. A prisão de Ricardo criou o precedente da criação da figura  “jornalista inimigo” e “perigoso para a ordem pública”.

Aécio responde a vários processos, e além do perdão da justiça, pretende que sua vida pública seja segredo de justiça.

Outro presidente acusado de usar cocaína foi Fernando Collor.

Lula – diziam os tucanos – vivia constantemente bêbado. Escrevi sobre a cachaça de Lula e o pó de Aécio.  Ficaram famosos os porres do presidente Jânio Quadros. E acompanhando o deputado federal Djalma Aranha Marinho e o prefeito de Natal Djalma Maranhão, fiquei bêbado com o presidente Jango e Darcy Ribeiro. Remember que  Churchill foi primeiro-ministro com um copo de uísque na mão. E que Stalin e Hitler não bebiam e eram assexuados.

bafometro

Djalma Marinho, um dos políticos sérios e honestos com quem convivi, revelou: – Não acredito em político sem vício.

Repeti, em uma poesia, um ditado religioso: “Não empreste dinheiro a homem que não trepa”.

AÉCIO FUMOU MACONHA UMA ÚNICA VEZ

No 247, a entrevista sobre cocaína foi precedida pela confissão de Aécio Neves de que fumou maconha: “Quando tinha 18 anos, experimentei maconha e ficou por aí. E não recomendo que ninguém faça”, reafirmou Aécio, que se posicionou contra a decisão do Uruguai de legalizar o consumo da droga: “Não gostaria de ver o Brasil como cobaia de uma experiência que não se sabe o resultado. Não acho que essa seja uma agenda para o Brasil”. A declaração vai de encontro com a opinião do tucano FHC sobre o assunto. “Não sou a favor da descriminalização”, concluiu.

Fernando Henrique, por Nani
Fernando Henrique, por Nani

Fumei maconha com universitárias em congressos estudantis no Brasil, e em faculdades dos Estados Unidos, Equador, Espanha e com estadunidenses hippies, universitárias, na Europa. Gosto de um cigarro de maconha babado. A ponta molhada de doce saliva.

 

 

Presidente Pepe Mujica do Uruguai, por Gusmão
Presidente Pepe Mujica do Uruguai, por Gusmão

 

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s