O mais belo alimento

por Luana Duarte
Luana Duarte
Duas sementes, uma raiz
Vidas diferentes, uma só escolha
Momentos iguais, atitudes iguais
O vazio que deu vida a vida.
.
Cresceu, viveu, vivendo
Nasceu, floresceu o fruto santo
O fruto da união
O mais belo alimento.
.
Folhas, folhas de sustento
Algo doce e amargo
que se ponderado
não seca, não murcha, não cai.
.
A luta diária
Para novos frutos
O que vem agora
Para dar vida
Um novo sentido
As sementes, a raiz
Os frutos e folhas
Uma árvore
Nossa árvore
Nossa vida.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s