Emissora comunitária de Sergipe é invadida e funcionários foram ameaçados com facão

A Rádio Comunitária Juventude FM, de Lagarto (SE), foi invadida na manhã dessa sexta-feira, 13. Repórteres da emissora acompanhavam e fotografavam o trabalho de funcionários da Prefeitura, que cortavam uma árvore na Praça Filomeno Hora, no centro da cidade. O coordenador da atividade, identificado como Arnaldo Vinícius, não gostou de ser observado e entrou na sede do veículo com um facão para ameaçar os profissionais.

Arnaldo Vinícius
Arnaldo Vinícius

De acordo com informações da emissora, o homem encontrou a porta aberta e entrou na rádio empunhando o facão, circulando pelas dependências da rádio. “Se mandar alguém tirar foto outra vez, corto vocês de facão. Olhe aqui”, disse, segundo o diretor do veículo, Aloísio Andrade.

Antes de deixar o local, o homem desceu as escadas e bateu no portão com o facão. O diretor contou que pediu calma, mas o homem estava muito nervoso. Toda a ação do funcionário da prefeitura foi registrada pelas câmeras de segurança. Andrade foi à Delegacia Regional e registrou boletim de ocorrência por tentativa de homicídio.

Vejas as imagens feitas pelo sistema de segurança.

Ameaça desse tipo só pode acontecer em uma cidade entregue às baratas:

 

Pessoas dormem no chão para marcar exames médicos

A equipe de reportagem do Lagarto Como Eu Vejo esteve na Clínica de Saúde da Família localizada na Avenida Contorno, próximo ao Ribeirão por volta das 23h de terça-feira (29), e nesse horário várias pessoas já se encontravam dormindo no chão enroladas em cobertores para amenizar o frio e papelões no chão para amenizar o desconforto do local.

“As pessoas começaram a chegar agora, a partir de 2 horas aqui ta cheio de gente” disse uma mulher que tinha chegado a poucos instantes.

As pessoas chegam por volta das 22h (ou até mesmo antes) de terça-feira para pegar uma ficha que só é entregue na manhã seguinte, na manhã de quarta-feira “É muito perigoso sair de casa de madrugada, mas não tem outro jeito”, contou Salete, que precisava marcar um exame.

“Isso é de certa forma um tipo de humilhação, os órgãos públicos deveriam fazer algo pra mudar isso” disse um cidadão Lagartense.

Essa e a situação que a população Lagartense precisa enfrentar para poder marcar exames, enfrentar frio chuva, arriscar  a vida para poder ter melhor saúde, chega a ser hilário isso.

Lagarto

Lagarto está no noticiário pela decisão do atacante Diego Costa, nascido no município sergipano, que decidiu recusar a Seleção Brasileira para defender a Espanha no futebol. A prefeita Lia Fraga disse que 90% da população de cerca de 100 mil habitantes está do lado do conterrâneo, que atua no Atlético de Madrid.

 

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Emissora comunitária de Sergipe é invadida e funcionários foram ameaçados com facão”

  1. Esse da invasão da rádio é um autêntico troglodita tão rude que é.

    Quanto à Clínica de Saúde da Família é uma situação muito caricata, parece que vivemos no seculo passado quanto à informatização do sistema de saúde. Infelizmente essa situação é muito comum neste Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s