Quando o STF vai prender os mensaleiros de Minas Gerais?

 

BRA^SP_CDF mensaleiros

A primeira vez sempre dói. Que o Superior Tribunal Federal fazia tempo que não prendia ninguém. Tudo mudou quando o povo começou ir para as ruas em junho último.

O relator do processo do mensalão e presidente do STF, Joaquim Barbosa, afirmou nesta quinta-feira que está um “caco” depois do julgamento da véspera, no qual o tribunal decidiu pela execução imediata das penas de parte dos condenados no processo do mensalão.

“Estou um caco, um caco”, disse o presidente do Supremo ao chegar para abertura de seminário promovido em Brasília pela Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Mas isso não é desculpa para começar a julgar o adiado Mensalão tucano de Minas Gerais, que inspirou o Mensalão petista, também realizado com os mesmo bancos e agências de publicidade. 

valerioduto-tucano

Clique nos links para mais informações. Informa a Wikipédia: Mensalão tucano, também denominado mensalão mineiro e tucanoduto, é o escândalo de peculato e lavagem de dinheiro que ocorreu na campanha para a eleição de Eduardo Azeredo – um dos fundadores, e presidente do PSDB nacional – ao governo de Minas Gerais em 1998, e que resultou na sua denúncia pelo Procurador Geral da República ao STF, como “um dos principais mentores e principal beneficiário do esquema implantado”

Em denúncia apresentada dia 20 de novembro de 2007 ao Supremo Tribunal Federal, o Procurador Geral da República denunciou que o esquema criminoso, que veio a ser chamado pela imprensa de “mensalão tucano”, foi “a origem e o laboratório” do episódio que ficou conhecido como Mensalão.

“Vários delitos graves foram comprovados, sendo que parte deles integra a presente imputação, enquanto os demais deverão ser apreciados nas instâncias adequadas.”
“Além disso, inúmeras provas residentes nestes autos reforçam o já robusto quadro probatório que amparou a denúncia apresentada no bojo do Inquérito n.o 2245 (Mensalão).”
“A inicial penal em exame limitar-se-á a descrever os delitos que tiveram o comprovado envolvimento do Senador da República Eduardo Azeredo e do Ministro de Estado Walfrido dos Mares Guia, bem como os crimes intimamente a eles vinculados.” 
Marcos Valério começou com o presente de duas agências: dadas pelo vice-governador de Minas e o sobrinho do vice-presidente da República. Cara de sorte
Marcos Valério começou com o presente de duas agências: dadas pelo vice-governador de Minas e o sobrinho do vice-presidente da República. Cara de sorte

 

Antonio Fernando denunciou 15 políticos por peculato e lavagem de dinheiro e afirmou que o esquema montado pelo publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza para injetar dinheiro público na campanha do tucano Eduardo Azeredo foi “o laboratório” do mensalão nacional – cuja denúncia foi aceita pelo STF, em quase sua totalidade, em agosto de 2007. As investigações atingem o secretário do governador mineiro tucano Aécio Neves, pré-candidato do PSDB  à presidência da república em 2010″. Aécio volta a ser candidato em 2014. 

capa_ c 1

 

v 2

mensalao_tucano-2

CartamensalaoPSDB2

CAPA_Livro_Mensal_oFesta

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s