Defensores da medicina privatizada contra o Programa Mais Médicos para a saúde pública dos pobres

BRA_OG médicos barrados

O rico pega o jatinho particular e vai buscar cura no exterior. Nem sabe a língua do médico. Não é preciso. Existe a comunicação não verbal. Todo corpo fala.  Com o toque e a escuta  um médico conversa com qualquer corpo.

Por falta de tempo, uma consulta não dura cinco minutos. Taí os médicos brasileiros não usam mais o telescópio.

Os conselhos de medicina estão exigindo dos médicos estrangeiros o conhecimento da língua portuguesa. Mas existem outras exigências. Inclusive do STJ.

BRA^MA_OEDM médicos contra o povo

QUE OS MÉDICOS BRASILEIROS SEJAM PROIBIDOS DE PRATICAR A MEDICINA NO EXTERIOR. Eis a decisão:

O Superior Tribunal de Justiça confirmou validade da regra do programa Mais Médicos que impede a inscrição de estrangeiros oriundos de países que tenham profissionais abaixo da média do Brasil. Os ministros negaram pedido de um médico formado no Paraguai para continuar no processo seletivo do programa.

O profissional teve a inscrição recusada porque o Paraguai não pode participar do programa, pois tem relação de 1,1 médico por habitante. De acordo com as regras do programa, somente profissionais de países cuja média médica por habitante é igual ou superior a 1,8/1.000 podem se inscrever.

Segundo a AGU (Advocacia-Geral da União), que representa o governo na Justiça, o índice é usado com base em estudos da OMS (Organização Mundial da Saúde) para evitar que países com déficit de médicos cedam profissionais para outros países.

— O governo brasileiro optou por elaborar uma política pública que melhore a prestação dos serviços médicos no Brasil e não amplie o déficit nos sistemas de saúde de países que estão em pior situação que a brasileira.

BRA_DG médico

 O Brasil viola vários tratados internacionais. O STF nem sabe que os deslocamentos involuntários dos habitantes de favelas provocam suicídios, depressão e outras doenças psíquicas e físicas. Os despejos são assinados por juízes e desembargadores.
O STF, também, faz que não sabe que o uso de armas letais constitui crime hediondo. O Brasil gasta uma fortuna com balas de borracha, gás lacrimogêneo, pistolas de choque, canhão sônico etc.
Acrescente-se o costumeiro terrorismo dos sequestros e da tortura no país dos Amarildos.

BRA_OPOVO cocó

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s