Os cachorros doidos do governador Agnelo Queiroz

Os espanhóis, denunciou Las Casas, alimentavam os cachorros com carne humana
Os espanhóis, denunciou Bartolomé de Las Casas, alimentavam os cachorros com carne humana

panamacanal

A polícia cria uma clima de medo. Ueslei Marcelino, antes de ser perseguido pela cachorrada, registrou o espanto e o terror de dois estudantes
A polícia cria uma clima de medo. Ueslei Marcelino, antes de ser perseguido pela cachorrada, registrou o espanto e o terror de dois estudantes

Como faziam os espanhóis e portugueses nos séculos XVI e XVII, nas batalhas de conquista das nações indígenas, as policiais estaduais usam os cachorros e as bestas contra o povo. É um confronto perverso. Medieval e grotesco, para criar uma legenda de medo.

Publica o G1: O fotógrafo Ueslei Marcelino, da Reuters, publicou em sua conta no Instagram que a Polícia Militar do Distrito Federal usou cães “para atacar a imprensa” durante protestos deste sábado (7) na capital federal.

Marcelino registrava a manifestação no entorno do Estádio Nacional de Brasília, antes do amistoso da seleção brasileira contra a Austrália. Ele e o fotógrafo Fábio Braga, da Folha de S.Paulo, acompanhavam confronto entre manifestantes e a Polícia Militar.

Segundo Braga, os fotógrafos faziam fotos de policiais jogando spray no rosto de jornalistas, mas a polícia tentava impedi-los e pedia para se afastarem. Os policiais, então, ameaçaram soltar os cachorros.

splay e cachorro

 Ueslei Marcelino, fotógrafo da Reuters
Ueslei Marcelino, fotógrafo da Reuters

jornalista ajuda

Após o incidente, houve confusão entre repórteres e policiais. Marcelino foi levado em uma viatura do choque para o hospital. Privilégio de quem trabalha para a mídia internacional
Após o incidente, houve confusão entre repórteres e policiais. Marcelino foi levado em uma viatura do choque para o hospital. Privilégio de quem trabalha para a mídia internacional
Depois de afastar os manifestantes próximo ao Estádio Nacional de Brasilia, policiais com cães agrediram dois fotógrafos: O da Folha, Fábio Braga (foto), e o fotógrafo Ueslei Marcelino (Foto André Coelho: Agência O Globo)
Depois de afastar os manifestantes próximo ao Estádio Nacional de Brasilia, policiais com cães agrediram dois fotógrafos: O da Folha, Fábio Braga (foto), e o fotógrafo Ueslei Marcelino (Foto André Coelho: Agência O Globo)

Fábio Braga atacado

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s