O debate dos direitos dos jornalistas começa nas eleições sindicais

Mohamed Sabra
Mohamed Sabra

Chapa batida, chapa comida.

Provérbio português

Em 1973, o regime militar vivia seu auge, e a sucessão do general-presidente Emílio Médici estava decidida. Mesmo assim, o deputado federal Ulysses Guimarães (MDB-SP) lançou-se candidato a presidente – anticandidato, já que sabia não ter chance. Seu objetivo era a denúncia da eleição e da ditadura. “Não é o candidato que vai percorrer o País. É o anticandidato, para denunciar a antieleição, imposta pela anti-Constituição”, discursou na Convenção do MDB de 23 de setembro de 1973, que o lançou tendo Barbosa Lima Sobrinho como candidato a vice.

Ulysses e Barbosa percorreram o Brasil, criando fatos políticos. Em 15 de janeiro de 1974, o general Ernesto Geisel foi eleito com 400 votos, contra 75 para Ulysses. Fonte: O Estado de S. Paulo.

Chapa única, chapa batida em todas as eleições, não casa com democracia.

Chapa batida representa o continuísmo de um grupo fechado. É o que acontece no Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco.

O verdadeiro jornalismo só é possível em uma democracia, pela liberdade de expressão, pelo debate, pelo fim da censura e da autocensura.

Chapa única significa pensamento único, imposto por uma elite; e o jornalista que não participa do poder, que não exerce cargo da máxima confiança do patrão, passa batido, comido.

Em todas as eleições devemos debater os direitos do jornalismo como profissão. Começa pelas eleições sindicais.

Nunca mais o stalking policial, o assédio judicial, o assédio moral, o assédio sexual. A prisão, o espancamento de jornalistas no exercício da profissão. Nunca mais salários humilhantes. Nunca mais esperar uma entrevista nos gabinetes das autoridades. Nunca mais chamar greve de caos. De baderna que atrapalha o trânsito.

Adeus passaralhos. O jornalista precisa sentir a proteção de um Sindicato forte, que não teme as Salomés.

Precisamos recuperar a dignidade e a beleza roubadas do Jornalismo livre e verdadeiro.

Nestes apressados dias de campanha pela presidência do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco, faça campanha pela Chapa Você Sabe Porquê.

 Omar Turcios
Omar Turcios

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s