O Rio Centro de Eduardo Campos e a luta de Cris Patos

Cris Patos
Cris Patos

Comandante da operação da Polícia Militar de Pernambuco afirmou que a prisão da estudante Crislayne Maria (Cris Patos) não foi truculenta ou irregular. Segundo informações, ela planejava explodir a barreira policial montada para impedir a passagem dos manifestantes, juntamente com as viaturas policiais.

Quer dizer que estava planejado um atentado que iria matar centenas de soldados do governador Eduardo Campos, idem cavalos e cachorros, e explodir carros patrulha, ônibus etc.

Seria o maior ato de terrorismo da história do Brasil, mas que foi impedido como aconteceu com o atentado do Rio Centro.

A eficiência da PM devia ser notícia nacional e internacional, e o governador Eduardo Campo precisa condecorar seus bravos heróis na repressão contra os estudantes.

Cris na passeata

Cris na passeata2

Cris Patos minutos antes de ser presa
Cris Patos minutos antes de ser presa

Como esta menina – assim informou a imprensa pernambucana – podia carregar ao mesmo tempo megafone, pedras e bombas?

A imprensa do Recife sempre usa a polícia como única fonte.

Quando toda fonte é interesseira.

Os explosivos de Cris Patos para detonar a polícia
Os explosivos de Cris Patos para detonar a polícia

Para auxiliar os trabalhos de investigação e espionagem da polícia, os estudantes – que colaboram com o programa de Cardinot – entregaram ao governador as armas de destruição em massa que estavam na bolsa de Cris.

Cris Patos colocou na sua página no Facebook a reportagem de Cardinot, que registra o momento de sua prisão. Veja, antes que Cardinot censure. A reportagem prova quanto a polícia mente. Desde que useira e vezeira em armações.

http://www.cardinot.com.br/a-presidente-do-diretorio-central-dos-estudantes-presa/

Imagem da página de Cris Patos
Imagem da página de Cris Patos

Comentário de Cris: A liberdade tarda… mas não falha!
Estou livre companheiros.

Agradeço os conhecidos, os desconhecidos, os novos conhecidos, os pouco conhecidos… enfim

a todos que me apoiaram!

Valeu mesmo! … e nossa luta continua.

Não vamos deixar que eventos como este nos desmotivem ou desintegrem o nosso movimento.

Pelo contrario, isso só nos mostra o quanto nossa luta esta dando certo e como o estado nos teme, a ponto de usar golpes tão baixos como este para tentar desestabilizar o nosso movimento.

Amanha é outro dia! e a cada dia uma nova luta!
nos vemos nela

“Apesar de você amanhã há de ser outro dia”

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s