Os Miseráveis, versão brasileira

Ilustração livros Os Miseráveis
Ilustração livros Os Miseráveis

3 de Abril de de 1862

Lançamento Les Misérables (Os Miseráveis), uma das principais obras de Victor Hugo, em LeipzigBruxelasBudapesteMilãoRoterdãVarsóviaRio de Janeiro e Paris.

 O enredo do livro no Wikipedia.

img

19 de fevereiro de 2012

Dilma Rousseff passa a ser o primeiro presidente a reconhecer que o Brasil é um país de miseráveis. Antes a pobreza era tratada com eufemismo tipo fome zero. Ou simplesmente combate à pobreza.

A miséria sempre foi escondida. Os mendigos eram chamados de moradores de rua. E todos passaram a ser viciados em claque, e internados em hospital psiquiátrico. Só que faltam os hospitais.

Uma concentração de moradores de rua a imprensa chama de cacrolândia. A discriminação social classifica todo favelado como viciado em drogas. Toda favela não “pacificada”, um feudo de traficantes.

Dilma lançou o Brasil Sem Miséria:  um programa de inclusão social de mais 700 mil famílias. Ou,  aproximadamente, de 2,5 milhões de pessoas já identificadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), que não conseguem atingir uma renda mensal de R$ 70, ou seja, em situação de extrema pobreza.

BRA^MA_OEDM Brasil país dos miseráveis

BRA^GO_DDM moradores de rua

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s