A justiça censura blogue de deputado federal. E ele aceita ser mordaçado

“Por decisão do juiz da 43a vara cívil, Jaime Dias Pinheiro, a pedido do presidente da Alerj, nosso blogue está proibido de citar o seu nome e mostrar sua imagem. Há 147 dias”. Blog do Garotinho, do deputado federal Anthony Garotinho.
Que triste realidade! Na democracia brasileira um congressista não tem liberdade de expressão. Fica demonstrado o absolutismo da justiça. Confira
O comentário censurado tem o seguinte título: “As entranhas do governo Cabral: o mais corrupto da história do Rio de Janeiro”.
Paulo Mello
Paulo Mello
No dia 29 de novembro último, publicou Henrique de Almeida no Jornal do Brasil:O presidente da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), Paulo Mello (PMDB), ao comentar o alto faturamento da Delta Construções no Estado do Rio de Janeiro, entre 2002 e 2012 – mais de R$ 1,9 bilhão, o maior valor entre todos os estados – acabou caindo em fortes contradições.

Marcando sua posição diferente do governador Sérgio Cabral, Mello frisou não ter qualquer ligação com Fernando Cavendish para, em seguida, destacar que a Delta recebeu toda esta grana por ter participado e vencido de “processos licitatórios de forma justa e de acordo com as leis do mercado”. E, tal e qual a posição do Estado do Rio na briga pelos royalties, o presidente da Alerj defendeu que “projetos já licitados merecem ser respeitados”.

Apesar desta posição, ele, em flagrante contradição, defende que “diante de tudo que foi provado, o estado tem mecanismos para não permitir que a Delta participe novamente de licitações”.

Ora, se a Delta conquistou os contratos em licitações limpas e de forma transparente, obedecendo as leis de mercado, como diz Mello a ponto de defender que tais contratos sejam respeitado, que motivos levariam o Estado a impedi-la de participar de novas concorrência?

Ainda mais se levarmos em conta que, até agora, surgiram muitas dúvidas e suposições contra a empresa de Fernando Cavendish, mas nada foi oficialmente provado, mesmo por que nenhuma investigação mais séria sobre a construtora foi realizada.

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s