Que o Seminário Internacional de Direitos Humanos e Jornalismo discuta o novo termo jurídico: “jornalista inimigo”

com_verdade_fenaj_interna

 

Um dos “crimes” praticados pelo jornalista Ricardo Antunes, punido com a censura prévia ad infinitum, foi de ser considerado inimigo do publicitário Antônio Lavareda. Vide tag.

Ricardo Antunes, inclusive, está proibido de escrever para se defender da acusação de extorsionatário.

Assim sendo, qualquer autoridade ou pessoa tema de uma notícia, reportagem, comentário etc pode classificar o jornalista como inimigo.

O Seminário Internacional de Direitos Humanos e Jornalismo acontece nos dias 18 e 19 deste mês, em Porto Alegre. Na ocasião também será instalada a Comissão da Verdade, Memória e Justiça dos Jornalistas Brasileiros.

O seminário é uma promoção da Federação de Jornalistas da América Latina e Caribe (Fepalc) e da Oficina Regional da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) para a América Latina, com realização da FENAJ e apoio do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul.

Além de representantes dos Sindicatos de Jornalistas brasileiros, o evento contará com a participação de jornalistas e autoridades da Argentina, Venezuela, México, Chile, Uruguai, Paraguai, Honduras, Panamá, Colômbia.

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s