Justiça cria a persona do jornalista inimigo

jornalista censura imprensa justiça indignados

Para manter um jornalista preso, a justiça de Pernambuco deu o seguinte parecer:

” (….) Não seria inverídico afirmar que boa parte das veiculações existentes no blog do agravado, ou até todas elas, teriam trazido consigo uma carga pessoal evidente, dado o relacionamento existente entre os litigantes não ser dos melhores, e talvez por isso as publicações tenham tratado o recorrente sem muito cuidado, na tentativa de atingi-lo imoderadamente.

Há nos autos provas documentais que atestam a existência de diferenças irreconciliáveis, por assim dizer, entre os litigantes, e que até provocaram a prisão em flagrante delito do recorrido (…)”

E agora, José?

É uma decisão que vai além do absurdo da permanência da censura da ditadura militar de 64. Ou do assédio judicial. Significa, principalmente, a morte do Jornalismo Opinativo. E atinge o Jornalismo Investigativo.

Diante da instantaneidade do jornalismo on line, e da rádio, e da televisão, o jornalismo impresso tem que ser investigativo e/ou opinativo.

Assisti em 1971, em Pamplona, Espanha, como aluno, a aula inaugural do Programa de Graduados Latinoamericanos, ministrada pelo célebre jornalista Jacques Fauvet ,  na Universidad de Navarra. Ele disse: “A rádio informa, a televisão mostra, o jornal opina”.

A estranha figura do jornalista inimigo precisa, necessária e urgentemente, ser estudada por juristas, legisladores e jornalistas.

Vou citar dois casos de jornalistas brasileiros que estão exilados:

Em São Paulo, o coronel Telhada e vereador da bancada da bala pode, agora, processar o jornalista “inimigo” André Caramante.

Da banda podre dos delegados de polícia do Paraná o direito de passar de algozes a vítimas do jornalista “inimigo” Mauri König.

Leia a liminar do desembargador Eurico de Barros Correia Filho na íntegra 

Martirena
Martirena

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Justiça cria a persona do jornalista inimigo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s