Capriles começou campanha, apostando na morte de Chávez

ve_ultimasnoticias. 1

 

Um espetáculo gratuito que estava programado para esta segunda-feira em Caracas convocado pelos chavistas para celebrar o ano novo foi suspenso após o anúncio oficial de que o estado de saúde do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, “continua sendo delicado” com a aparição de novas complicações.

“Suspensa festa de fim de ano na Praça Bolívar, todos em oração enviando força a nosso Comandante para superar este momento difícil”, escreveu a chefe de governo do Distrito Capital, Jacqueline Farías, em sua conta no Twitter (@JacquelinePSUV).

O estado de saúde do líder, que se mantém hospitalizado em Havana após uma intervenção cirúrgica que lhe foi praticada em 11 de dezembro, “continua sendo delicado”, de acordo com a informação oferecida ontem pelo vice-presidente, Nicolás Maduro.

O vice-presidente divulgou ontem um boletim médico de Cuba informando que o líder havia sofrido “novas complicações” que vieram poucos dias depois da intervenção cirúrgica a que se submeteu para atenuar a reaparição do câncer.

Maduro, cujo cargo está sendo assumido em sua ausência pelo ministro da Energia Elétrica, Héctor Navarro, disse que permanecerá “nas próximas horas em Havana” junto a Chávez e sua família “muito atentos ao processo de evolução de sua situação atual”.

Após confirmar no dia 8 a reaparição do câncer que foi diagnosticado em meados de 2011, Chávez se foi dois dias depois a Havana, onde foi submetido a uma “complexa” operação cirúrgica.

Chávez dever assumir o terceiro mandato para o período de 2013-2019 em 10 de janeiro após sua terceira reeleição consecutiva, embora seu estado de saúde tenha aberto um debate sobre o mecanismo constitucional que deve ser aplicado caso não consiga assumir suas responsabilidades como presidente.

Propaganda indireta com o nome de Capriles que deve enfrentar Maduro numa possílvel nova eleição presidencial
Propaganda indireta com o nome de Capriles que deve enfrentar Maduro numa possílvel nova eleição presidencial

“É certo, tudo indica que 2013 será um ano duro e de grandes mudanças. A Venezuela aprendeu muito em muito pouco tempo. Hoje, conhecemos o valor da união, do acordo, da necessidade de consertar pontos comuns e trabalhar para cumprí-los”, escreveu Capriles, hoje, em sua página de internet.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s