Brasil. Tráfico de animais rende três vezes mais que o de drogas

O MAIS RENDOSO NEGÓCIO DO CRIME ORGANIZADO DE COLARINHO BRANCO
O MAIS RENDOSO NEGÓCIO DO CRIME ORGANIZADO DE COLARINHO BRANCO

Um relatório divulgado pela organização internacional WWF conclui que o comércio ilegal de animais selvagens representa cerca de US$ 19 bilhões anuais (cerca de R$ 39 bilhões), fortalece as redes criminosas, compromete a segurança nacional e tem riscos para a saúde. Para a ONU é muito mais: Está avaliado entre US$ 25 bilhões a US$ 30 bilhões ao ano.

O  estudo da WYF realça que este comércio ilegal leva “muitas espécies já ameaçadas à extinção”.

De acordo com o relatório “Luta contra o tráfico ilícito da vida selvagem: uma consulta com os governos”, apresentado esta semana num encontro de embaixadores das Nações Unidas, em Nova Iorque, e hoje divulgado pela WWF, o comércio ilegal de animais selvagens ocupa o quarto lugar nas transações ilegais, depois da contrafação, da falsificação e do tráfico de seres humano.

Os lucros obtidos com o tráfico dos animais selvagens, no Brasil, desaparecem no ar. E são superiores ao de drogas, que rendem  R$ 1,4 bilhão por ano. Os de animais silvestres chegam a, aproximadamente, US$ 2 bilhões (R$ 4 bilhões). Esta é uma estimativa da Renctas (Rede Nacional de Combate ao Tráficos de Animais Silvestres). Considero pouco.

O Brasil, maior país da América Latina, com uma área de 8,5 milhões de km², é considerado a maior biodiversidade do planeta.

Possui 530 espécies de mamíferos, 1800 espécies de aves, 680 de répteis, 800 de anfíbios e 3000 espécies de peixes.

Segundo a ministra do Meio Ambiente, 627 espécies estão sob risco de extinção, o triplo de 15 anos atrás.

Escrevem Wagner de Cerqueira e Francisco Graduado:

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Brasil. Tráfico de animais rende três vezes mais que o de drogas”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s