Do Palácio das Princesas a ordem para prender Ricardo Antunes

ditadura policial

No dia 3 de outubro último, escrevia o jornalista Ricardo Antunes: “Esta semana, Lavareda jantou com o governador Eduardo Campos, e discutiu o cenário eleitoral local e de outras cidades”. No dia 5, Ricardo foi preso.

Impensável que o banqueiro, empresário e industrial Antônio Lavareda esteve em Palácio  e não conversou com o governador a prisão do seu colega de profissão.  Lavareda é bacharel em Jornalismo.

Que polícia ousa prender um jornalista no exercício da profissão sem avisar o governador? Principalmente quando esse jornalista era o único que fazia oposição ao governo. Isso num dia “D”, antevéspera das eleições municipais.

Que notícia, avaliada pela polícia em um milhão de dólares, tinha Ricardo Antunes para publicar,  e que poderia ter influência no pleito? Contra o governador Eduardo Campos? Contra o prefeito do Recife, aliado político João da Costa? Contra o candidato do governador e do prefeito o vitorioso Geraldo Júlio? Diz Lavareda que era contra ele.

Não é que aconteceu: sem querer, Ricardo Antunes noticiou a trama da sua própria prisão. Confira 

democracia apatia poder ditadura

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Do Palácio das Princesas a ordem para prender Ricardo Antunes”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s