O “Imperador” Eduardo Campos e a Indústria da Seca

por Ricardo Antunes, ante de ser preso (*)

O governador Eduardo Campos adora falar da “indústria da seca” em seus discursos, e a exploração política do “coronelismo” que teria atrasado a vida dos sertanejos.

Pois bem, o nosso “Imperador” – maldade criada pelos seus poucos adversários – poderia refletir mais sobre o assunto.

Depois de uma década de governo federal do PT, a indústria da seca mudou apenas de mãos, mas continua essencialmente a mesma.

Ou alguém acha que R$ 80,00 [40 dólares] por família, no melhor estilo petista de “dar o peixe sem ensinar a pescar”, resolve alguma coisa?

Em Pernambuco, a contradição teima em desaprumar a pose oficial.

Como um Estado, que se gaba de estar em uma “época de ouro”, não consegue nem dar os primeiros passos para resolver um problema que põe dezenas de municípios em estado de emergência e milhares de pessoas com pires na mão?

Tem algo errado aí.

Bem eu sei que são perguntas chatas, mas elas teimam em me fustigar.

Com a palavra ou a resposta, os seus súditos.

__
(*) Ricardo Antunes foi preso, no dia 5 de outubro último, antevéspera das eleições, pela polícia do governador Eduardo Campos
 Eduardo Campos, em maio último, estado de emergência nos 56 municípios sertanejos do estado por causa da estiagem.O decreto, publicado no Diário Oficial de Pernambuco neste sábado, facilitará às prefeituras a obtenção de recursos e serviços para diminuir os danos causados pela seca nas cidades.
Eduardo Campos, em maio último, decretou estado de emergência nos 56 municípios sertanejos do estado por causa da estiagem.O decreto visou facilitar às prefeituras a obtenção de recursos e serviços para diminuir os danos causados pela seca nas cidades.
Considerada a pior dos últimos 50 anos em alguns estados do Nordeste, a seca está provocando um confronto que só se imaginaria no futuro: a guerra pela água. Em Pernambuco, essa luta já começou com tiros, morte e exploração da miséria. Leia mais
Considerada a pior dos últimos 50 anos em alguns estados do Nordeste, a seca está provocando um confronto que só se imaginaria no futuro: a guerra pela água. Em Pernambuco, essa luta já começou com tiros, morte e exploração da miséria. Leia mais
O senador Armando Monteiro critica a burocracia na liberação de recursos em socorro ao pequeno agricultor e pecuarista.
O senador Armando Monteiro critica a burocracia na liberação de recursos em socorro ao pequeno agricultor e pecuarista. Leia mais

Numa casa de barro, levantada no seco chão, milhões de sertanejo esperam o milagre da chuva e a transposição das águas do Rio São Francisco
Numa casa de barro, levantada no seco chão, milhões de sertanejo esperam o milagre da chuva e a transposição das águas do Rio São Francisco.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s