PSB rir. O salto das eleições municipais para a presidencial e a prisão de Ricardo Antunes

O PSB ainda festeja as conquistas de várias prefeituras. E Ricardo Antunes continua preso incomunicável em uma cadeia de segurança máxima. Seus escritos eram considerados perigosos para a vitória do PSB no Recife. Foi preso no dia 5 de outubro último.

Foi a última vez que se teve notícia de Ricardo. Isto é, ninguém mais viu Ricardo. Sumiu na escuridão da Sorbonne. No dia 2, Ricardo publicou: “Denuncia sobre compra de votos sofre censura branca nos jornais”. Também continua proibida qualquer notícia sobre a prisão de Ricardo.

Corre rumores que está sendo torturado. Veja que notinha mais curiosa tendo como fonte um release da polícia:

Defesa

“A defesa de Antunes afirmou que o jornalista acha muito estranho ser preso às vésperas da eleição, e ressalta o valor da liberdade de expressão. O jornalista deve escrever uma nota que será divulgada em breve“. Apenas o Ricardo acha estranho?…

Esse advogado tem nome?
Cadê a nota? Esse “em breve” da polícia do governador Eduardo Campos, candidato a presidente, é dia de São Nunca.

A prisão foi acertada em Palácio. O das Princesas, no Recife. Num jantar do governador com Antônio Lavareda, bacharel em Jornalismo, na semana das eleições. Isto é, dois ou três dias antes de Ricardo ser preso.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s