Documentário sobre a revolta estudantil Pinguim no Chile. UNE na gelada cachoeira de notas frias .

 

Enquanto no Brasil, a UNE é investigada pelo uso de notas frias, o gasto de 12 milhões do governo federal em quatro anos de muita farra e safadeza, no Chile os estudantes realizaram oito meses de greve geral, com várias paradas que mobilizaram todo o país.

O reitor pode roubar, a UNE nem aí.

O governo federal corta verbas das universidades, a UNE nem aí.

A polícia de Alckmin invade a USP, prende, espanca, desaloja e expulsa estudantes, a UNE nem aí.

Lá no campus da Universidade Federal de Juiz de Fora, onde estão construíndo um hospital escola superfaturado, uma universitária menor de 16 anos, virgem, foi estuprada em abril último, a UNE nem aí.

A UNE é formada por uma cachoeira de diretórios acadêmicos que estão no bolso dos reitores. Diretórios acadêmicos de m.

 

Entre 2006 e 2010, a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Municipal dos Estudantes Secundaristas (Umes) de São Paulo receberam aproximadamente R$ 12 milhões do governo federal, por meio de convênios.

Agora, o Ministério Público aponta indícios de irregularidades nesses repasses que eram destinados à capacitação de estudantes e à promoção de eventos culturais e esportivos. No caso da UNE, o procurador do MP junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Marinus Marsico identificou o uso de notas fiscais frias para comprovar gastos.

Ele também percebeu que parte do dinheiro proveniente dos cofres públicos foi usada para comprar bebidas alcoólicas (cerveja, vinho, cachaça, uísque e vodca), bem como pagou despesas sem vínculo com o objeto conveniado (faturas de energia elétrica, dedetização da sede da entidade, limpeza de cisterna, impressão do jornal da UNE). Curioso também foram os gastos com a compra de búzios, velas, ventilador, tanquinho de lavar roupas, freezer e celular. Além disso, Marinus detectou diversas notas emitidas por bares com a identificação “despesas” na descrição do gasto.

No final de maio, o procurador formalizou representação ao TCU para que o órgão investigue o uso dos recursos federais repassados à UNE e à Umes pelos ministérios da Cultura, Saúde, Esporte e Turismo. (In Leis dos Homens).

Existem várias denúncias de roubalheira$. Pobre Brasil! que até os movimentos estudantis são liderados por corruptos. Veja o exemplo do Chile. Revolta Pinguim 

 

 

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s