Desembargador Afrânio Vilela ordena que a polícia continue a derrubada de mais de 300 residências em Belo Horizonte. Cerca de mil moradores ficam sem teto

Prontamente negado, pelo desembargador Afrânio Vilela, o pedido de liminar que poderia garantir o direito de moradia da Ocupação Eliana Silva, no terreno localizado na Vila Santa Rita, no Barreiro, em Belo Horizonte.

A solicitação foi feita pela Defensoria Pública, depois que a Polícia Militar já havia derrubado dezenas de barracos.

Para o desembargador Afrânio Vilela, embora o direito à moradia seja devido a todos, outros direitos fundamentais não podem ser violados.

Considerou Videla, entre outros fatores, o fato de que o terreno está localizado em uma área de preservação ambiental, em área íngreme, imprópria à habitação e que, com isso, a ocupação desordenada representa risco não só ao meio ambiente, como à segurança das próprias famílias.

Este não foi o entendimento da justiça que mandou entregar, em São João da Barra, no Rio Janeiro, matas, bosques, 4oo fazendas, praias e lagos para Eike Batista construir um porto e  usinas de cimento, ferro e aço. Se o complexo industrial não sair do papel – no seu todo ou parte =, pouco importa. Terra dada para rico é terra dada para toda a eternidade.

Em seu parecer, Videla determinou que os oficiais de Justiça, que acompanham a desocupação da área, zelem pela segurança dos envolvidos, sobretudo das mulheres e crianças.

Aconteceu que a ocupacão militar foi realizada com violência (leia)

Polícia contra o povo. 400 soldados, fortemente armadas, invadem Elina Silva
Polícia contra o povo. Quatrocentos soldados, fortemente armados, invadem Eliana Silva

Eis o destino dos moradores. Agora todos os direitos fundamentais estão garantidos.

Mulher paralítica sendo levado para a terra garantida pelo desembargador Afrânio
Mulher paralítica sendo levado para a Terra Prometida

Os munícipes do prefeito Márcio Lacerda, do PSB, que moravam na Eliana Silva, possuem um novo lugar, uma nova vida.

O novo local, que logo terá água, luz e outros serviços essenciais, como merecida homenagem,  merece o nome do prefeito de Belo Horizonte: Ocupação de M.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s