O jeitinho à brasileira da economia dependente

Cai o dólar, cai o real.
Sobe o dólar, cai o real.

Sobem os juros, sobem os preços.
Abaixam os juros, sobem os preços.

E lá no País da Geral pedofilia é praga em Belô.

E estupro o novo jeito de fazer sexo no campus da Universidade Federal de Juiz de Fora. Cidade que as meninas da tradicional família mineira carregam, nos trotes estudantis, cartazes tipo “sou puta”, “sou sapatão”.

Quando deviam aproveitar o trote para denunciar os preços superfaturados das obras da universidade.

Foto de uma universitário no trote deste ano na UFJF
Foto de uma universitária no trote deste ano na UFJF

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s