Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 100 mil por informações do assassino do jornalista Décio Sá

A morte do jornalista Décio Sá está sendo muito repercutida nas redes sociais, principalmente no twitter. Jornais de todo o país utilizam o microblog para divulgar a triste notícia da morte do também blogueiro.

O Jornal O Globo, a Revista Época, Congresso em Foco, Estado de Minas, veículos de comunicação de grande tiragem publicaram em seus twitters postagens sobre a morte do maranhense.

Além dos veículos de comunicação, alguns políticos e amigos de Sá deixaram mensagens, como o ex-deputado federal e presidente da Embratur, Flávio Dino. A deputada estadual Eliziane Gama também postou nota sobre a morte de Décio.

A imprensa e blogueiros devem cobrar a prisão e julgamento dos assassinos – o covarde mandante e executores – até que todos estejam presos. O Maranhão não pode ser terra de extermínio de assassinos.

Mais de 20 vão ser ouvidas no inquérito policial

“Mataram um jornalista e com isso tentaram matar a imprensa”. Frases do diretor de redação do jornal O Estado do Maranhão, Ribamar Corrêa. Segundo informou em matéria publicado no periódico hoje, “não é possível aceitar isso; nós, jornalistas militantes, não podemos nos conformar com o que aconteceu”.

Corrêa lamentou a perda do profissional Décio. “Décio Sá era ativo. Vivia para o jornalismo e procurava sempre surpreender com informações importantes e em primeira mão. Não é justo que lhe tenham tirado a vida dessa maneira. A imprensa está de luto e, nós, jornalistas, indignados”.

“É um crime que choca a todos e deve ser investigado com profundidade. Além de uma tragédia humana, é uma afronta à liberdade de expressão no Maranhão e no Brasil”, comentou.

Décio foi repórter dos jornais Folha do Maranhão, O Imparcial e O Estado do Maranhão. Desde o início sempre buscou atuar como jornalista político, investindo em temas exclusivos e polêmicos.

“Não faz isso, não!”, ainda teria dito Décio Sá após primeiro tiro

Segundo a dona do bar onde Décio Sá foi assassinado, Jackcilene Moreira, o jornalista ao levar o primeiro tiro, teria levantado o braço e gritado “Não faz isso, não!”.

Testemunhas oculares contam que ao chegar ao bar Estrela do Mar, o blogueiro pediu uma comida e ficou tomando cerveja enquanto esperava, sozinho em uma mesa. O assassino teria entrado, identificado-o e atirado nele pelas costas. As pessoas ficaram apavoradas e saíram correndo. “Era mesa virada pra todo lado, pedaços do cérebro dele espalhados, um horror”, contou Jackcilene.

Ela ainda revelou que o garçom que estava trabalhando no momento está traumatizado, dizendo que não quer mais voltar a trabalhar.A Secretaria de Segurança do Maranhão (SSP-MA) realizou coletiva de imprensa para divulgar o primeiro balanço das investigações sobre a morte do jornalista Décio Sá, executado com seis tiros na noite desta segunda-feira (23).

Décio Sé foi atingido por seis tiros
Décio Sé foi atingido por seis tiros

Retrato falado, e recompensa de cem mil
O tão esperado retrato falado não foi divulgado nesta terça, mas, por outro lado, foi anunciado que serão ouvidas mais de 20 pessoas e o cartaz de procurado será divulgado nesta quarta-feira (25).

Algumas pessoas serão convocadas por terem presenciado o crime dentro do bar Estrela do Mar, e outras por avistarem a fuga e troca de veículo do assassino.

Segundo novas informações, após atirar em Décio, o assassino teria fugido na garupa de uma moto. Antes de chegar próximo ao redutor de velocidade na Avenida Litorânea, o criminoso teria trocado de veículo, seguindo fuga em um carro, que estaria na pista contrária.

O sócio-acionário do grupo Diários Associados e presidente de O Imparcial, jornalista Pedro Freire, condenou nesta manhã o assassinato do colega de profissão Décio Sá.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 100 mil por informações do assassino do jornalista Décio Sá”

  1. Os protagonistas dessa tragédia terão que ser presos e condenados à pena máxima para que sirvam de exemplos àqueles que querem cercear a liberdade de imprensa e desencorajar pessoas como Décio, a fazerem denúncias sobre os vermes que vivem do poder público, roubando descaradamente o povo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s