TJ-RN: Quatro desembargadores na roubança dos precatórios. Dois teriam agredido quem investiga

 

Segundo informações extraoficiais, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) está investigando o caso dos precatórios, assim como o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mas ambos evitam se pronunciar oficialmente.


Pela Corregedoria do Tribunal de Justiça apenas dois desembargadores são suspeitos no chamado Caso Judas: Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro.

Não se sabe se os dois também estão sendo investigados pelo STJ e CNJ.

Uma fonte do Diário de Natal afirmou que Carla Ubarana teria fornecido cheques assinados e nominais a pessoas envolvidas no esquema, para serem anexados ao processo, entre as provas documentais.

Se os crimes são diferentes, e os investigados no STJ e CNJ não são os dois já conhecidos, as listas podem envolver um desconhecido número de desembargadores.

Para o jornalista Paulo Renato Bezerra são quatro:  “Muita água ainda passará por baixo dessa ponte. Aguardemos, pois”.

A posição do desembargador Caio Alencar dentro do processo investigatório vem revelando-se incômoda. Em conversa com o Diário de Natal, definiu como “irresponsável” informações de que teria sido agredido fisicamente pelos desembargadores Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro. “Repudio veementemente. Me nivela por baixo, como se tentasse desqualificar o meu trabalho”, criticou. Ele ainda citou que está afastado de suas atribuições judiciais para se dedicar ao relatório do Caso Judas.

Estranho o nome. Totalmente duvidoso. O traído pelos bandidos togados é o povo. Que, no final, paga todas as contas.

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s