O apagão dos ladrões da Celpe

Neoenergia da Celpe
Neoenergia da Celpe

Depois que os ladrões privatizaram a Celpe, entregue aos piratas por trinta moedas, Recife se tornou a cidade mais escura deste Brasil colônia internacional.

A Celpe (que virou Companhia Energética de Pernambuco, do Grupo Neoenergia) foi doada. Coisa de bandidos para bandidos.

Com a entrega da Celpe, Recife passou a ter apagões parciais todos os dias. E a prostituta Aneel,  agência reguladora dos altos preços, nada faz, além de abrir as pernas em berço esplêndido.

Cruel, coisa da Santa Inquisição d’Espanha, coisa de rei, a Celpe me ameaça cortar a luz:

“Comunicamos que (…) a conta contrato de fornecimento de energia está vencida.

(…) Vencimento em 15.12.2011”. (15 dias de atraso. Deve ter sido a primeira missiva dos safados neste 2012 da Espanha em crise, dependente das antigas e atuais colônias).

Eis a ameaça da empresa estrangeira:

“O não pagamento da fatura poderá acarretar na execução de medidas para o recebimento dos valores em atraso (sic), tais como: suspensão do fornecimento de energia, inclusão no Sistema (a Gestapo) de Proteção ao Crédito (SPC), cobranças administrativas e/ou judiciais cabíveis. (Para legalizar esses serviços sujos existe a justiça brasileira).

(…) Conforme legislação em vigor, será cobrada, posteriormente, taxa de religação” (isto é, mais lucro, mais roubança).

Engraçado, no caso Christine Epaud, no judiciário do Rio Grande do Norte, um procurador se negou a dar parecer por considerar que a venda fraudulenta de um hotel não era do interesse público. A cobrança de uma conta de luz de uma multinacional é. Eta justiça de duas caras!

Podem colocar o meu nome na merda do SPC. É um serviço criado pela ditadura militar. Que atualmente faz espionagem para a vigente ditadura econômica.

Um nome no SPC dignifica. Lá não estão fichados um Maluf, um Daniel Dantas, uma Verônica Serra, um juiz Lalau… & outros & outros da mesma corte.

O que acho atemorizante é o stalking da Celpe, via cartas abertas, visitas espalhafatosas e ameaçadoras de cobradores, cobertura do judiciário e outras ações cruéis, amedrontadoras. Puro terrorismo. A mesma vilania dos agiotas.

Que faz um pobre salário mínimo quando recebe uma carta de apagão da Celpe?

Idem um bolsa família?

Idem um pai de família da classe média desempregado?

Isso é capitalismo selvagem. Colonialismo puro.

Vergonha nossa! Vassalagem! Que o Brasil protege os corsários, os piratas, os especuladores, as milícias do rei, os ladrões de várias bandeiras.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s