O dinheiro do FGTS sempre foi compartido com bandidos

Você acredita nesta de compartir o dinheiro do trabalhador com o trabalhador?

O dinheiro do FGTS vai para prefeito ladrão construir obras de saneamento, por exemplo. Que ficam debaixo da terra ou do cimento. Obra defunto. Enterrada. Ninguém vê a desgraçada. Também vai para obra fantasma. Invisível mal-assombro.
Vai para o bolso de empresários e industriais espertos, inclusive estrangeiros, via BNDES.
A grana do Fundo de Ajuda ao Trabalhador – FAT, sempre via BNDES, apenas ajuda os malandros.

Descobriram mais uma maneira de desviar o dinheiro do FGTS. Na roubalheira da Copa do Mundo.

Com o dinheiro do trabalhador os Neros erguerão doze Coliseus. Doze circos sem pão.

Doze estádios de luxo na terra das favelas imundas sem água, sem esgoto, sem posto de saúde, sem escola, sem esfalto, sem nada.

Conforme a política do estado mínimo.

Do salário mínimo.

E máxima safadeza.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s