Trabalho Infantil

de Denise Mourão

A vergonha do meu país
É ver a criança infeliz,
No sol a labutar,
Para a família sustentar!
O pai não sabe quem é?
A mãe espera nenê…
E a criança embrutecida.
Vai passando pela vida,
Sem infância, sem escola.
E o menino prodígio
Que adorava desenhar,
É empurrado para a vida,
Seus sonhos, deixa pra lá.
E logo na esquina começa a assaltar,
Não tem rosto, não tem nome…
É mais um Zé da fome,
Que na prisão vai morar.

Veja vídeo

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s